Promoção Black Friday Promoção Black Friday Promoção Black Friday

Papai Noel gay é tema de propaganda natalina na Noruega

Anúncio de Natal dos correios celebra a descriminalização da homossexualidade no país.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2021

Com uma proposta inovadora e de apoio à diversidade, a rede de correios da Noruega lançou uma campanha natalina ‘fora dos padrões’. Na propaganda audiovisual que circulou no país, o Papai Noel se declara gay e encontra um namorado.

A proposta, que inicialmente era celebrar os 50 anos da descriminalização da homossexualidade na Noruega, acabou tomando as redes sociais de todo o mundo e pautando o debate da diversidade sexual.

“O Norway Post conecta pessoas há 375 anos e vai continuar a fazer isso independente de orientação ou identidade de gênero”, compartilhou a companhia.

Nas cenas, o espectador acompanha o Natal de Harry, um homem de meia idade. Ao descer as escadas, ele se depara com o Papai Noel colocando os presentes sob a árvore. Assustado, Noel acaba fugindo pela chaminé.

Um ano se passa e Harry, aguardando a chegada do velhinho, deixa uma carta como pedido de Natal. No papel, o homem se declara e afirma que tudo o que quer de presente, na verdade, é o próprio Noel. No fim, em um clima mágico de Natal, os dois ficam juntos.

Comentários (5)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 29-11-2021 às 08:53 Crente Conservador Bolsonarista
    Eu tô chorando de raiva 😢😭😭
  • em 25-11-2021 às 22:25 Felipe
    Em vez de pisotear, assim com tanto ódio, sobre as bases do Ocidente, querendo desesperadamente destruí-lo, a Noruega deveria se preocupar com os bairros de Oslo onde impera a Sharia islâmica. Deveriam, os noruegueses, estarão interessados com o crescente aumento do estupro de suas mulheres, obra de imigrantes islâmicos. Quando o Ocidente se foder por completo, não reclamem, ingênuos ocidentais como esse Loiro aqui e esse Cris.
  • em 25-11-2021 às 21:24 Loiro
    Esse comercial vai chocar muita gente. Um simples desejo, um simples beijo é motivo de escândalo para as pessoas pudicas e conservadoras. A violência nos filmes e nos jornais já está naturalizada. A troca de afeto entre iguais não.
  • em 25-11-2021 às 14:32 Cris
    Primeiro Mundo
  • em 25-11-2021 às 12:23 Duda Caralhóbis
    Xiiiiiiiiiiiiiiiiiii.......Isso vai da uma treta terrivi meus fio................kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.