'Fui expulso por ser gay', diz homem que denuncia homofobia em festa da Galoucura

Matheus Rodrigues disse que foi obrigado a sair do Clube Labareda, em BH, por estar usando body e canga.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2021

Um rapaz de 27 anos denunciou integrantes da Galoucura, torcida organizada do Atlético-MG, por homofobia. O cabeleireiro Matheus Rodrigues disse que foi a uma festa no Clube Labareda, que pertence ao time, na tarde de segunda-feira (27).

Ele estava acompanhando de duas amigas. Matheus contou que começou a ser observado por integrantes da Galoucura, que promoveu a festa, por estar vestindo body e uma canga. O rapaz se sentiu constrangido e procurou por uma ducha afastada do local. Ao voltar, foi cercado pelos homens e expulso do clube.

“Isso não existe gente. Eu paguei o ingresso, estava com meus amigos. Eu fui expulso por que estava de body e por ser gay”, disse Matheus.

Ele registrou boletim de ocorrência.

A reportagem procurou a Galoucura, o Clube Atlético Mineiro e o Clube Labareda, mas, até a conclusão desta reportagem, não tinham se manifestado sobre o caso.

*Fonte: G1

Comentários (6)
  • em 30-12-2021 às 06:02 Dalila
    Gente, quer o que se metendo em festa de hetero? Quando os héteros começaram a se meter em balada gay e levar as namoradas as viada também queriam expulsar. Meu cu pra essa pseudo militância pão com ovo.
  • em 29-12-2021 às 23:44 Edu Salvador
    Bem feito porra... Tosca
  • em 29-12-2021 às 23:42 Edy
    Tmb é cada tipinho heim... Precisa ser expulsa mesmo
  • em 28-12-2021 às 23:27 Jumento do pau grosso
    A esquerda adora defender torcida organizada de futebol, conquanto esteja na rua para destruir. Vai lá, Psol, condena o ataque ao rapaz!
  • em 28-12-2021 às 21:00 Sula
    Discunjuro!!!
  • em 28-12-2021 às 17:00 TOlliver
    Homofobia é crime, então multa gorda pra todos e pedido público de desculpas.