Morre April Ashley, modelo e ativista pioneira pelos direitos trans

April foi a segunda mulher britânica a realizar uma cirurgia de redesignação sexual; as informações são da AFP.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2021

A atriz e modelo April Ashley faleceu na última quarta-feira (29), aos 86 anos. April foi uma das vozes pioneiras e importantes para o movimento trans no Reino Unido e foi a segunda pessoa britânica a fazer uma cirurgia de redesignação sexual na história.

April era natural de Liverpool, na Inglaterra, e nasceu em 1935. Na vida adulta, viveu em Londres e em Paris fazendo shows, naquele primeiro momento, como drag queen. A renda que recebia foi revertida para a realização da cirurgia de redesignação, que foi feita em Marrocos.

April ficou marcada como uma das primeiras pessoas trans a enfrentar obstáculos sociais e políticos para ter a identidade de gênero reconhecida. Na década de 1970, a adequação sexual da modelo não foi considerada legal diante de um tribunal e não permitiu que ela se divorciasse.

Em resposta, April decidiu se mudar para os Estados Unidos. Ela só retornou ao Reino Unido quando a legislação britância a reconheceu como uma mulher.

Ela chegou a ser condecorada em 2012 pelo príncipe Charle pelo transativismo. Na época, afirmou que sabia "melhor do que ninguém o quanto as pesoas são capazes de fazer julgamentos, mas o que vale é ser fiel consigo mesma".

O falecimento de April gerou comoção em diversas personalidades famosas da comunidade LGBTQIA+ , como o cantor Biy George e o ativista Peter Tatchell. Ela foi citada por ambos como uma "força da natureza", por George, "grande heroína" e "grande pioneira", por Tatchell.

Comentários (0)