Ex-padre se assume gay e vira ator pornô aos 83

Norm Self estreou no cinema adulto gay em 2017.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Um ex-padre virou notícia nos Estados Unidos após largar a batina para dedicar-se à sua nova vocação: estrelar filmes pornôs homossexuais.

É a história de Norm Self, que, aos 83 anos, viu sua história ser repercutida no documentário OPA on The Game: The Sex Business.

Norm serviu à igreja pela maior parte da vida e foi casado com uma mulher por quase 30 anos. Ele também serviu o exército norte-americano e combateu na Guerra da Coreia.

Em 1997, porém, Norm descobriu-se homossexual. Ele conta que a “revelação” aconteceu quando se deparou com um grupo de rapazes enquanto trabalhava como ministro de um campus universitário.

Vinte anos depois, o ex-padre estrelou seu primeiro filme pornô. De lá para cá, dedicou-se ao novo trabalho e passou a integrar um site de entretenimento adulto.

“Meu colega de casa me perguntou se eu participaria de um filme. Fui convidado e de repente toda essa atenção vem para mim. É quase como fazer uma festa, isso é uma das coisas que admiro nesse jeito de fazer pornô. Nós vamos fazer sexo de qualquer maneira, então por que não fazer disso uma experiência libertadora e de união em vez de escondê-la nas sombras?", declarou.

Temor pela igreja

Norm admite que preocupou-se com a recepção de seu novo trabalho pela comunidade religiosa, mas decidiu seguir para defender que “o sexo seja tratado como uma parte alegre da vida espiritual”.

"(Farei isso) até que as normas negativas ao sexo sejam removidas do vocabulário de nossa sociedade e substituídas pela mensagem implícita de que nosso direito inato é desfrutar de alegria e felicidade erótica. Nós, que passamos por isso, devemos a nossas irmãs e irmãos compartilhar essas boas novas com todos que as ouvirem!", disse ao site Huffington Post.

Comentários (3)
  • em 30-05-2022 às 09:14 Bento
    Que bicha confusa!
  • em 24-05-2022 às 15:45 Lenny
    Padre casado com mulher? Provavelmente é o que chamamos de “pastor”, mas houve má tradução aliada à velha vontade de mexer na Igreja Católica.
  • em 24-05-2022 às 11:34 Timótia Noguera
    Minhas fia.....KI babaduuuu....kkkkkkkkkkkkkkk.