Motorista veta embarque de passageiro por 'ter jeito de bicha'

Indignado com a situação, o argentino Santiago Singh recorreu ao gerente da empresa, que permitiu que ele viajasse.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 30 de Maio de 2022

Um jovem de 21 anos denunciou um motorista à Justiça da província de Salta (Argentina) após ter sido impedido por ele de embarcar em um ônibus no terminal rodoviário da cidade de Metán. O incidente ocorreu na última terça-feira (24/5).

Santiago Singh estava na fila de embarque com destino a Río Piedras, onde estuda Pedagogia, quando foi abordado pelo motorista. Segundo ele, o condutor da empresa disse que ele não poderia viajar, alegando que era por ele "ter jeito de bicha".

O argentino foi tirado da fila, num "dos piores atos de discriminação", conforme relatou a vítima ao jornal "El Tribuno".

Surpreso com a situação, o jovem recorreu ao gerente da empresa, que se aproximou e permitiu que ele viajasse.

"O motorista não só negou ter me chamado de bicha, como não teve argumentos justos para me tirar da fila, revelando a homofobia desse ser, sem saber que está violando nossos direitos como pessoas", questionou.

O universitário recorreu à Justiça e apresentou queixa-crime contra o motorista.

"Jamais um insulto baixará a minha autoestima, a minha vontade de me superar", declarou o estudante.

"Espero que todo o peso da lei recaia sobre esse homem e que a discriminação termine para todos. Eu acredito, sem dúvida, que o único ser que eu tenho que dar conta da minha escolha é Deus e mais ninguém. Ele saberá que não criou um ser maligno, ele criou um ser com uma capacidade única de ser humano com ou sem erros. Um verdadeiro amigo e companheiro em todos os momentos", finalizou o jovem.

Comentários (1)
  • em 30-05-2022 às 16:28 Regino
    Cruz dredio, parece até cena de filme/Nuvela! Cana nesse Motorista do cão!