Árbitro escocês se declara gay e diz que é preciso “mudar o clima” do futebol

Craig Napier fez o anúncio em um vídeo da Associação Escocesa de Futebol.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 03 de Junho de 2022

O árbitro escocês Craig Napier, que atua na principal categoria de arbitragem do país, se declarou gay em um vídeo da Federação Escocesa de Futebol. Aos 32 anos, ele se torna a primeira figura abertamente gay que ainda atua no futebol profissional masculino escocês desde que Justin Fashanu, que jogou pelas equipes de Airdrieonians e Heart of Midlothian, anunciou a sua sexualidade nos anos 1990.

No vídeo, Napier falou abertamente sobre a sua sexualidade, diz que quer ajudar a remover o “estigma” e o “medo” que outros em sua posição podem sentir ao falar sobre o assunto, e ressalta que é preciso uma mudança no “clima do futebol”.

“É algo que eu nunca pensei que estaria sentado aqui fazendo. Eu obviamente convivo com isso há muito tempo, e foi uma jornada difícil para chegar a esse ponto, mas nos últimos dois anos tornou-se muito mais fácil”, diz.

“Não acho que isso é notícia, mas acho que, no momento, realmente precisa ser. Precisamos ver as mudanças para que as pessoas realmente sintam que podem ser verdadeiras com elas mesmas e viver uma vida feliz e confortável na própria pele, e isso precisa transcender para o futebol”, completa.

Tom Daley, saltador olímpico britânico, revelou publicamente a sua sexualidade em 2018 em uma entrevista ao jornal The Guardian. O árbitro conta que isso o inspirou para também falar abertamente sobre o assunto, mas disse que, na época, ainda não era o momento certo.

“Eu me lembro de ler os jornais quando Tom Daley se declarou gay e fiquei tão inspirado, mas não o suficiente a ponto de me sentir confiante para poder me expor. Na época, pensei que o mergulho é diferente do futebol. Existe algo sobre o futebol no momento, ainda existe essa barreira”, conta.

Napier diz que se inspirou em Jake Daniels, primeiro futebolista inglês a se assumir gay desde 1990, e Josh Cavallo, jogador do Adelaide United que também revelou sua sexualidade.

“Acho que foi realmente inspirador ver o que aconteceu recentemente. É positivo ver Jake, aos 17 anos, anunciando a todos sua sexualidade e acho que muitas pessoas se inspirarão nisso”, finalizou.

Napier também serviu de inspiração para o também árbitro, Lloyd Wilson, que atua nas ligas inferiores da Escócia, a falar abertamente sobre sua sexualidade em um vídeo no canal do YouTube da Back Onside.

“Acho que realmente a razão é que esta foi uma jornada horrível, para ser honesto. Uma jornada de talvez 17 anos vivendo uma vida que eu não queria viver, vivendo uma mentira, vivendo do jeito que outras pessoas talvez quisessem que eu vivesse ou que eu achava que outras pessoas queriam que eu vivesse, e provavelmente ditava e dirigido de muitas maneiras pelo futebol”, revela.

Comentários (2)
  • em 04-06-2022 às 00:07 Zequinha
    Pessoal acredito que a hora que tal mercado se der conta que as pessoas libertas sexualmente são muito mais produtivas, esse mesmo mercado vai incentivar muito gente sair do armário, esse fenomeno gradualmente já está acontecendo, Vejam a propaganda do Boticário para o dia dos namorados.
  • em 03-06-2022 às 10:39 Elbys
    Arbitra bunitona!