Melhor tenista russa assume homossexualidade

Daria Kasatkina admitiu ser difícil "viver muito tempo no armário" e decidiu abrir o coração, mesmo sabendo que o tema é assunto "tabu" na Rússia.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 20 de Julho de 2022

Daria Kasatkina, a melhor tenista russa da atualidade e que em 2018 foi a segunda do ranking WTA, assumiu, esta segunda-feira, a homossexualidade, mesmo reconhecendo que o tema é "tabu" no seu país, a Rússia.

"Se tenho namorada? Sim. É difícil viver muito tempo no 'armário' (...) Temos de estar em paz conosco próprios, isso é a única coisa que importa", disse a jovem de 25 anos, em entrevista ao canal de um blogger russo.

Kasatkina, atualmente a 12ª jogadora do mundo e que é treinada pelo espanhol Carlos Martínez, admitiu sentir-se "algo nervosa" durante a entrevista dada em Barcelona, pois assume que no seu país a homossexualidade não é um tema encarado com naturalidade. "Nunca falei disto de forma tão aberta diante de uma câmara, mas gostei de o fazer", completou.

A tenista elogiou ainda a compatriota Nadya Karpova, estrela do futebol russo que recentemente também assumiu a sua orientação sexual.

"Tem o meu respeito. Fiquei feliz por ela, mas também por outras pessoas, especialmente raparigas que precisam saber disso. Fortaleceu-as, certamente que as apoiou", referiu.

Comentários (2)
  • em 20-07-2022 às 22:56 Zequinha
    Gente qualquer pessoa sexualmente resolvida, ela é feliz, ele é produtiva e o tal mercado que só interessa lucro esta percebendo a liberdade sexual só traz lucro.
  • em 20-07-2022 às 14:02 Cris
    Uma luz na escuridão da russia!