ASSINE JÁ ENTRAR
Assine o MundoMais - promoção

Vaticano busca acalmar bispos sobre aprovação para abençoar casais gays

Bispos católicos de alguns países, especialmente na África, expressaram perplexidade e vários graus de discordância em relação ao comunicado.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 04 de Janeiro de 2024

O Vaticano tentou nesta quinta-feira acalmar os bispos católicos de alguns países que reagiram negativamente à aprovação, no mês passado, de bênçãos para casais do mesmo sexo, dizendo-lhes que a medida não é "herética" ou "blasfema".

Em uma declaração de cinco páginas, o escritório doutrinário do Vaticano também reconheceu que tais bênçãos poderiam ser "imprudentes" em alguns países onde as pessoas que as recebem podem se tornar alvos de violência, ou correr o risco de serem presas ou até mesmo mortas.

Bispos católicos de alguns países, especialmente na África, expressaram perplexidade e vários graus de discordância em relação ao comunicado de 18 de dezembro, conhecido por seu título em latim Fiducia Supplicans (Confiança Suplicante).

O fato de o Vaticano ter precisado emitir um esclarecimento de cinco páginas sobre um documento de oito páginas, pouco mais de duas semanas após a sua publicação, parece ressaltar a extensão da confusão que causou em muitos países.

Depois que a declaração original foi divulgada, várias conferências episcopais católicas emitiram declarações enfatizando que as bênçãos não equivaliam a uma aprovação oficial do sexo gay ou a um sacramento de casamento para casais do mesmo sexo.

O escritório doutrinário, conhecido como Dicastério para a Doutrina da Fé, ressaltou esses aspectos em sua declaração nesta quinta-feira, dizendo que as bênçãos para casais do mesmo sexo não devem ser vistas como "uma justificativa de todas as suas ações, e não são um endosso da vida que eles levam".

O escritório disse que queria "esclarecer a recepção da Fiducia Supplicans enquanto recomenda, ao mesmo tempo, uma leitura completa e calma" da declaração de 18 de dezembro.

"Evidentemente, não há espaço para nos distanciarmos doutrinariamente dessa declaração ou para considerá-la herética, contrária à Tradição da Igreja ou blasfema", informou a nota de quinta-feira.

* Fonte: Terra

09-01-2024 às 11:42 Para Lenny
A Igreja Católica é muito dogmática assim como para os Evangélicos o Pastor é como uma "Bíblia encarnada"! Não há "donos da verdade"! Depois que um membro de Pastoral, em dia de Santo Antônio, desceu do Armário o fizeram voltar, pelo Diaconato! Ele, no altar, "paramentado" perto do Padre, uma criança no colo do pai, acena a bandeira do Arco Iris para o agora Diácono! A mãe para ficar "bem na fita" foi getulista: depois que a criança fez o "manifesto ou saudação" fez um "teatro/nitida encenação" repreendendo a criança! Afinal o Padre de linha conservadora, poderia sugerir ela frequentar outra Paróquia! Sou catolico também!
06-01-2024 às 14:53 Lenny
Incrível como ninguém comentou a notícia. Medo de ir ao recheio? O continente africano é muito preconceituoso e natural que essas notícias saiam de lá. Sou católico, vou à missa todo domingo e entendo que essa possibilidade de bênçãos aos gays pegou muita gente de surpresa, mas há bênção para lojas, para carros, para viagens. Não é um sacramento. Na verdade, quando o padre dá um "Deus te abençoe", ele faz isso sem saber a sexualidade do indivíduo.
06-01-2024 às 07:05 BUNHU
ACHO QUE SE NEM JESUS CRISTO CONDENAVA AS PROSTITUTAS PELO FATO FATO DELAS ACREDITAREM EM DEUS , ENTÃO OS GAYS TÊM O MESMO DIREITO ... !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
05-01-2024 às 10:04 André
Religião é o grande câncer na sociedade! Se seguisse somente os ensinamentos de jesus estaria ótimo! Ocorre que os religiosos hipócritas querem matar aquelas que ousam viver o que eles não tem coragem de viver!
04-01-2024 às 23:13 Zequinha
Se as religiões se preocupasse mais com a dignidade humana do que com a orientação sexual das pessoas o mundo seria muito mais feliz e prospero
04-01-2024 às 21:27 Para Jabaquara
Até Bispo que ia celebrar missa na TV, interior de SP, foi noticiado como gay! Celibato é exceção e iniciativa daqueles que poderiam ser definidos por Assexuados!
04-01-2024 às 16:02 Jabaquara
a igreja católica precisa se atualizar tantos Padre são gay
04-01-2024 às 15:38 Dany
O Catolicismo Romano precisa, na verdade, de fazer uma grande reflexão sobre suas próprias condutas, como: ter sido conivente com o Holocausto, ter sido conivente com a Escravidão de índios e negros, ter matado e torturado várias pessoas na Inquisição, ter perseguido os Gays por séculos e os seus vários casos de Pedofilia, alem de promover a Idolatria. Como se quer julgar os Gays, diante de tido isso???
04-01-2024 às 13:29 Tuta
Ta.
04-01-2024 às 12:13 ^^
Noutros tempos, quando a Igreja Católica recomendou evitar o uso da pílula anticoncepcional, ouviu de muitas fiéis se a Igreja ajudaria - financeiramente - na criação da prole (a época comum ser de 8 filhos, em média!!!???