ASSINE JÁ ENTRAR
Assine o MundoMais - promoção

Ator de Robin diz que precisou tomar medicamento para encolher o pênis na série Batman

Burt Ward deu vida ao Menino Prodígio na série clássica de 1960.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2024

Para as pessoas de mais idade e fãs dos clássicos da TV, o nome Burt Ward é instantaneamente reconhecível como o leal e entusiasmado Robin, coadjuvante da caricata série 'Batman' exibida nos Estados Unidos na década de 1960. Se frente às câmeras o ator ajudava a dar um tom cômico à trama, fora delas, parece que sua habilidade continua afiada.

Durante uma entrevista em 2020 para o site Page Six, Ward contou um pouco sobre os bastidores do show da ABC. Segundo o ator, uma experiência "incrível" ocorreu durante as gravações, envolvendo o traje  colado utilizado por seu personagem e uma inusitada "pílula para encolhimento".

"Eles pensaram que Robin tinha uma protuberância peniana muito grande para a televisão", começou Ward. O "problema" então ganhou contornos médicos, chegando a ser prescrito um fármaco que supostamente diminuiria o tamanho do pênis do astro para se adequar ao uniforme.

"Um médico prescreveu um medicamento para me encolher. Tomei-o durante três dias e depois decidi que provavelmente me impediriam de ter filhos. Parei de fazer isso e comecei a usar minha capa para cobrir", relatou.

Sucesso de 1966 a 1968, Batman foi uma das primeiras produções do Morcego de Gotham a ganhar o audiovisual – protagonizada por Adam West. De acordo com Ward, o intérprete do morcegão não sofreu do mesmo problema, ocorrendo de a produção utilizar toalhas para aumentar a protuberância na região peniana do ator.

"Com Adam, eles colocaram toalhas turcas em sua cueca."

07-02-2024 às 21:26 @
Ta.
07-02-2024 às 20:54 ^^
As mulheres, outrora, tinham, o genital chamado de "perseguida" e os homens, como que "reduzidos" ao tamanho do pênis! Como ouvia por quem havia presenciado a transa de minha irmã e quem ela namorava a época como "calientes" pensava que ele era "dotado"! 20 anos depois quando transei com ele e senti bem anatômico, até gemi e comentei tive o receio dele ser mais "volumoso" mas percebi que satisfaz muito. Chegamos a ter romance!
07-02-2024 às 20:01 Saladraz
Principalmente os cristãos, as pessoas têm problema com sexualidade e com assuntos afins. No entanto, adoram estuprar, apoiar comportamentos abusivos, pedofilia e ter taras absurdas !!! Qual o quê !! O pau do garoto era de tamanho normal, agora se fosse xereca estaria tudo bem.