Assine o MundoMais

Homofobia no Carnaval de Salvador

Ladrões assaltam ônibus e jogam homem pela janela após desconfiarem de sua orientação sexual.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 09 de Março de 2011

SALVADOR – Um ônibus da linha Estação Pirajá-Barra foi invadido por ladrões na madrugada desta segunda-feira (7).

Daniel Andrade Sales, 39 anos, voltava da festa no circuito Barra-Ondina, por volta das 4h30, quando os assaltantes efetuaram a ação.

Ao abordarem Sales, teriam suspeitado de sua orientação sexual, segundo ocorrência registrada no posto policial do Hospital Geral do Estado. Arrancaram uma janela do ônibus e jogaram o homem para fora com o veículo em movimento.

Sales teve ferimentos no rosto e no braço. Internado, recebeu alta ainda na manhã de segunda-feira.

O Observatório da Discriminação Racial, da Violência contra a Mulher e LGBT da Prefeitura de Salvador registrou 31 denúncias de agressões contra homossexuais durante o carnaval na cidade. As denúncias de racismo lideram a lista, com 135 casos (55% do total), seguidas por 62 registros (27,8%) de violência contra a mulher.

A Transalvador (órgão de trânsito da cidade) soma 24 furtos a ônibus no município de quinta-feira (3) a segunda-feira (7), número superior ao de 2010, que teve 14 casos no mesmo período. De quinta (3) a domingo (6) foram 243 registros de vandalismo em ônibus. Em 2010, houve 191 ocorrências no período.

Comentários (41)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 14-03-2011 às 16:24 Ricardo Pessoa Lindenberg, parlamentando, ou&
    CRIAÇÂO DE UM PARTIDO POLÍTICO LGBT Para que não hajam mais e maiores frustrações da comunidade, já é bom irem pensando em partido próprio, ora que tal? Demorou, né? Prometo dar meu maior rrrrrrraaaapoio. Mas saibam vocês, que não é tudo o que eu tenho para dar, tenho muito,mas muito mais mesmo. E como símbolo, o peru. Claro tem tucano porque não pode ter peru? Tem partido evangélico, porque não pode ter partido gay? Toni, vamo ver aí, menino!!!...As próximas eleições??? Já estou preparando os santinhos.Tem até música própria. Faixas exclusivas e tribuna, não é chique no úrtimo? Podemos até escolher a quem daremos alianças e a quem denegar coligação. Mas olha, Toni, nada de neopotismo, nada de fisiologismo, e sem tergiversar.E sim tudo como o preto no branco ou o contrário disso e muita ética. Não pretendo ser presidente , porém como secretário geral eu aceito meu nome.Quer o nome? Peçam as comentaristas deste e de outro sites do gênero que os amigos irão sugerir muitos. Abraços.
  • em 14-03-2011 às 13:09 Uideliciaui.....
    Violencia tem em todos os lugares, aqui no Rio, Em São Paulo, MG, AL, PI, BA E ETC. Mas especificamente em Salvador tem um probleminha. Como tudo aconteceu primeiro em SSA, tudo nasceu lá e lá é tudo mélhorr. Esses crimes também. Uideliciaui....
  • em 13-03-2011 às 17:25 humbertolisboa2010@hotmail.com
    QUERIA VER OS BOFES ME JOGAR PELA JANELA ...kkk SOU GORDA IA FICAR AGARRADA NA JANELA!!!!! NA ROLETA NÃO PASSO!!!! VOU EMAGRECER E VOU LA TENTAR A SORTE, KKKK
  • em 12-03-2011 às 15:49 @@@
    aqui em salvador isso virou rotina todos os dias tem assalto, agressão, morte, etc.. tem de tudo aqui e esse ocorrido foi mais um de milhares independente se o agredido é gay ou não. sei que violencia existe no mundo inteiro mais o que deixa mais intrigado é que ninguem toma as devidas providencias principalmente aqui em Salvador, ninguém pode andar mas tranquilo nessa cidade ah e outra coisa nem queiram passar uma tarde em itapoan e nem em outro bairro qualquer é um perigo pq nem com a policia baiana podemos contar a policia baiana é aquela que mata não quero generalizar mais são os fatos dentre muitos outros, um abraço a todos
  • em 12-03-2011 às 12:04 ssa
    eu sou d salvador e nunka sofri nenhuma violencia ,fui esse carnaval todos os dias e ainda na pipoca e nem por issu fui agredido e olha q naum é nem questao d dizer q eu mi pareço com um hetero pq naum pareço, uso um kbelo batendo na bundo e naum sou nda masculino a questao é q vc tem q saber ond deve ficar e ficar d olho en tudo a volta e só e nda vai acontecer com vc
  • em 12-03-2011 às 07:29 jonas.
    O engraçado é ,por que é que eles não se jogam do onibos devido a orientação sexual deles propios que causa revolta neles mesmos. querer descontar nos outros nada ver. ninguem é mais tonto. pra embarcar nesta e não enxergar.
  • em 11-03-2011 às 11:39 Cris Salvador
    Sou de Salvador e também me ferir decorrente a uma briga, mas generalizar por favor né, vi pela tv que teve briga em copacabana no carnaval no bloco "cordão bola preta" Teve briga também em Ouro Preto - MG ( que eu julgava ser pacífico) Amo o Rio só o citei para demonstrar que não é só Salvador que tem violência, a violência ocorre em todo lugar aonde tem gente ignorante, violenta e destrutiva!!!
  • em 11-03-2011 às 00:29 Mauro - RS
    Sinceramente prefiro o carnaval do Rio de Janeiro. muito mais democrático, os blocos dão um banho, em todo lugar que circulei encontrei gente interessante, cidade maravilhosa em todos os sentidos. Um banho de democracia, concentração de gays por metro quadrado convivendo de forma pacífica com heteros, idosos, turistas. Inesquecível! Já estive em Salvador, já curti a lavagem do Bonfim, a festa de Yemanjá, adoro o sicretismo religioso e a atmosfera local. Contudo o Carnaval está deixando a desejar. Abadá caro demais, furtaram minha carteira no trio elétrico, algumas pessoas preconceituosas, a receptividade baiana é ótima em alguns locais em outros prefiro nem comentar. Não recomendo infelizmente. Mas voltarei para uma visita a cidade em outra época do ano.
  • em 10-03-2011 às 23:35 Nelson
    Generalizar não é a melhor das opções. Não sou baiano (moro em Goiânia) e pra falar a verdade, nem curto pular Carnaval, gosto mais é do feriado em si. Este mesmo pude ficar mais tempo com meu namorado, minha família e meus amigos. Homofobia acontece em qualquer lugar do mundo, não só em Salvador ou aqui perto da minha casa. Esse foi apenas um dos casos que ganhou destaque, porque se pararmos pra pensar quantos homossexuais são atacados, mortos e torturados mundo afora todos os dias? Não dá pra falar "baiano (ou nordestino, como citaram em um dos comentários) é homofóbico", porque é uma generalização muito errônea. Conheço várias pessoas do Nordeste (como um todo) e posso garantir que não é bem assim.
  • em 10-03-2011 às 23:24 Ao Robinho
    AMAR A BAHIA é uma coisa mas Salvadaor está trash! sorry! foi terrivel e muito violento, eu sou de sampa e fui agredido no minimo umas 6 vezes do nada. A sua opiniao nao é a da maioria dos paulistas nao ok, pq esse ano teve muita violencia por la SIM SENHOR!
  • Mostrar mais comentários...