Assine o MundoMais

Personagens gays no SBT

Autor investe em núcleo gay na novela Amor e Revolução, do SBT.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 23 de Março de 2011

Num saguão apertado no terceiro andar do Centro Universitário Maria Antônia, em São Paulo, o SBT fez nesta quarta-feira o lançamento de sua novela Amor e Revolução, a primeira a ter como pano de fundo os anos de chumbo da ditadura militar.

A trama estreia no dia 5 de abril, no horário das 22h15, e contará a história de amor entre Maria Paixão (Graziella Schmitt), uma líder do movimento estudantil, e José Guerra (Cláudio Lins), um capitão do Exército que discorda dos rumos da ditadura.

Marcela, personagem de Luciana Vendramini, é uma advogada que defenderá os presos e torturados durante a ditadura militar nos anos 60. Ela viverá uma paixão não correspondida por Marina (Giselle Tigre), sua amiga de infância, dona de um jornal de esquerda. A advogada lésbica vivida por Luciana Vendramini, não será a única personagem gay de “Amor e Revolução”. Chico (Carlos Thiré) é um diretor de teatro bissexual que ao longo da novela se apaixona pelo hippie João (Paulo Leal). “O Chico não assume que também gosta de rapazes, mas quando bebe começa a querer beijar os colegas”, diz o autor Thiago Santiago.

O personagem mais controverso será Fritz (Ernando Tiago), um “carrasco nazista” que só consegue sentir desejo por mulheres em situações violentas. O autor promete uma reviravolta quando o torturador se apaixonar por Chico. O diretor de teatro vai para a cadeia e se tornará alvo de suas torturas.

“Os gays fazem parte do nosso convívio, toda família tem. E o público GLS gosta de se ver retratado nas tramas”, diz Santiago. Mas as histórias não seriam um pouco pesadas para o público do SBT, acostumado a histórias mais adocicadas? “Até agora, tive ampla liberdade para escrever. Nossa classificação indicativa é de 14 anos, e não fizemos nenhuma cena que possa ser considerada ofensiva. Mas é a resposta da audiência que vai condicionar o desfecho de cada personagem”, explicou o autor.

Marcela e Marina, amigas e amantesMarcela e Marina, amigas e amantes
O torturador Fritz se apaixonará por Chico.O torturador Fritz se apaixonará por Chico.
O diretor de teatro bissexual ChicoO diretor de teatro bissexual Chico
José Guerra e Maria Paixão, o casal central da tramaJosé Guerra e Maria Paixão, o casal central da trama
Comentários (34)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 28-03-2011 às 16:33 andry.
    acredito que sera suceso ,pois .adoro o sociedade gay..
  • em 28-03-2011 às 16:07 Comentem no UOL
    Entrem no UOL e comentem a matéria sobre a propaganda homofóbica da cachaça. Só tem homofóbico comentando lá. Vamos usar o espaço para esclarecer que direitos nos são tirados.
  • em 27-03-2011 às 22:58 Nereu p/Lucas
    SBT quebrando monopólio???? Ossos do Barão.... Globo fez na década de 70.... SBT regravou.... Pupilas do Senhor Reitor.... Record Fez na década de 60.... sbt regravou... Éramos Seis.... Tupi fez na década de 70.... SBT regravou.... Ursupadora, Maria do Bairro, Pérola negra.... histórias mexicanas que o SBT passou no original (televisa) e ainda regravou..... SBT quebrando monopólio.....????????/ isso é gozação de sua parte..... como vc diz..... veja a história da TV.... Vá até o site TELEDRAMATURGIA.com.br.....
  • em 27-03-2011 às 22:53 Nereu p/ Lucas
    SBT quebrando monopólio???? que besteira.... SBT lançou casa dos artistas antes da Globo.... formato vendido pela Endemol... sacou???? Todos os programas do SBT, o SS compra ó formato lá fora e monta aqui.... E vc diz que o SBT quebra monopólio..... vc vive onde?????
  • em 27-03-2011 às 12:10 Estevao/PE
    Aaiaiai, lah vem a polêmica boba do beeeeeeeijo gay!! Quem assistir a esta novela vai ter que lembrar a época em que se passa. Pode até rolar um selinho, mas a sociedade era outra, os valores idem . Mesmo os homossexuais da época eram um pouco mais conservadores , se comparados aos de agora. Hj, eu vou num shopping do centro do Recife e posso ver dois pirralhos de 14/15 anos dando um chupão, não um beijo. E ninguém pode fazer nada contra. Já na época..... Sucesso á nova novela do Thiago Santiago, que fez sucesso na Record. Só tem que tomar cuidado pra não se tornarem longas demais, pois se tornam muito chatas e cansativas.
  • em 27-03-2011 às 02:25 MARIO SERGIO
    ESPERO QUE NÃO SEJAM CASAIS CARICATOS,MAS QUE RETRATE UM POUCO MAIS DA NORMALIDADE A VIDA GAY.
  • em 26-03-2011 às 14:29 CARLO
    PARABÉNS SBT!!!!!!!!!!!!!!!!!
  • em 26-03-2011 às 12:11 Lucas
    O Publico reclama que na tv não tem novidades mais quando faz não tem ibope. como diria minha professora de teatro a Humunidade é Burra
  • em 26-03-2011 às 11:58 Lucas
    Mais e claro que a Globo nunca iria passar ajudou na Ditadura venho da Ditadura, Moldes Mexicanos as melhores novelas do Mundo O povo acha que a Rede Globo é a Unica Original mais Original na sua´programação não tem nada quem diz ´´e A Emdemol. O povo enche de conceitos sobre Tv Mais não entende nada porque se não assistiria a Tv Globo dona do Monopolio. Infelismente O brasil nunca saira do 3° Mundo o que se pode esperar de um país que a educação provem da TV? SBT quebrando Monopolio apoiOo Parabens mundo mais
  • em 26-03-2011 às 11:39 Lucas
    Parabens ao mundo mais quebrando monopolio.
  • Mostrar mais comentários...