Assine o MundoMais

Adoção gay

Justiça concede guarda definitiva a casal de homens, em decisão inédita no Brasil.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 06 de Junho de 2011

Casal comemora decisão, mas não pode expor filho.Casal comemora decisão, mas não pode expor filho.

RIO GRANDE DO SUL - José Ricardo Souza, 39, e Léo Beone Martins, 29, jamais esquecerão o dia 2 de junho de 2011, data em que receberam a guarda definitiva do filho Guilherme. Esta é a primeira vez que um casal homoafetivo formado por dois homens consegue a adoção legal de uma criança no Brasil, por solicitação do Ministério Público. A partir de agora, Ricardo e Léo, que vivem em união estável há uma década, são legalmente os pais do menino de quatro anos.

O pedido de adoção foi feito pelo Promotor de Justiça José Olavo Passos, e a sentença foi dada pela juíza Nilda Margareth Stanieski. A notícia foi comemorada pela família, que tomou conhecimento do resultado da ação ao acessar o site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Após exatos três meses e quatro dias, o processo, que passou por período de guarda provisória, concessão da mãe biológica e estudo social, resultou em um parecer favorável ao casal. Segundo o promotor, o resultado confere ao garoto o direito de ser reconhecido como filho dos dois homens perante a lei.

Relembrando - O menino foi entregue ao casal há pouco mais de dois anos pela mãe. Eles procuraram o Conselho Tutelar que, diante da situação em que a criança foi entregue (com sarna, piolho e precisando de atendimento médico), e por ter a mãe biológica, concedeu um termo de responsabilidade aos dois homens.
Comentários (31)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 30-06-2011 às 13:40 pensador
    A adoção é um ato de amor. E o amor nao tem sexo. O amor tem vontade de ser e fazer feliz, de realizar e realizar-se na vida do outro. Por isso, parabens aqueles que tem a coragem e a grandiosidade de amar.
  • em 13-06-2011 às 17:29 wagner
    Eu fico muito confuso pq dentre os direitos que a tal lei da união homoafetiva, dizem está incluso o direito a adoção, agora vejo noticia de casal que precisou recorrer a justiça... Eu entendo que mesmo que o processo tenha sido aberto antes da aprovação da lei, como a aprovação, eles automaticamente teriam o direito, ou não?
  • em 11-06-2011 às 18:30 REGIS RC
    Fico extremamente feliz pela familia e em saber que a sociedade ainda que a passos lentos caminha rumo a sensatez. Sinto a necessidade de parabéniza-los por essa atitude e ato de cidadania e amor ao príximo.
  • em 10-06-2011 às 20:06 Claudio leite
    Que bom!!!!!!! Uma criança que terá amor e assistência social, o que tantas precisam. Guilherme teve sorte, será muito feliz!!!!!!!!!
  • em 10-06-2011 às 16:34 Spedio
    Por favor, se puderem me informar se já publicou a senteça, pois queria a decisão porque estou fazendo minha monografia a respeito da adoção por casais homossexuais e é interessante adicionar esse julgado a minha defesa. Meu email é sediofj@gmail.com. Muito obrigado.
  • em 10-06-2011 às 12:37 Thelo
    Felicidades a Família !!!!!!!!
  • em 09-06-2011 às 17:30 mano do jiu jitsu
    ´Bem vindos ao século XXI. Parabéns à todos que evoluíram mental e espiritualmente para que esse fato digno se concretizasse. Que venham outras decisões nesse sentido. Estava na hora de pôr fim a pensamentos retrógrados.
  • em 07-06-2011 às 20:53 SINCERO
    Aplausos...siga-se o exemplo. Boa sorte a vcs e felicidades junto ao seu filho.
  • em 07-06-2011 às 18:43 Nathan
    Sejam felizes, abraços e beijos todos
  • em 07-06-2011 às 18:04 R
    Eu conheço esse casal de exímio caráter e exemplo. Parabéns pela conquista e nos dando ânimo pra acreditar na Justiça ! PELOTAS está de Parabéns !
  • Mostrar mais comentários...