Assine o MundoMais

Legalmente juntos

Casal americano aguarda a legalização do casamento gay em Estado americano, para oficializar união que já dura 61 anos.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 21 de Junho de 2011

Richard Dorr (esq.) e John Mace: 61 anos de união.Richard Dorr (esq.) e John Mace: 61 anos de união.

NOVA YORK - Dois professores de canto, que vivem juntos há 61 anos, aguardam a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo em Nova York, para se casarem.

Richard Adrian Dorr, de 84 anos, e John Mace, de 91, já receberam o convite de um amigo do Estado americano de Connecticut, onde o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legalizado, para oficializar a união.

Mas os dois, que moram em Nova York desde a década de 40, querem se casar na cidade e pretendem esperar até que o casamento gay seja aprovado lá.

Começar uma nova fase na vida, ao se casar depois de 61 anos, seria completar algo que foi muito maravilhoso para nós dois, afirmou Richard Dorr.

Seria ótimo poder dizer: 'somos casados', disse Mace.

Somos novaiorquinos e, depois de 61 anos de união, sentimos que temos o direito de ser casados, em Nova York. Já está na hora, não?, pergunta Dorr a Mace durante entrevista à ONG americana Freedom to Marry, que está fazendo uma campanha de divulgação pelo casamento dos dois professores.

Dorr e Mace aguardam a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo em Nova York, já que a lei já foi aprovada na Assembleia do Estado, e agora espera aprovação do Senado de Nova York.

Além de Connecticut, o casamento entre pessoas do mesmo sexo já é aprovado em outros quatro Estados americanos: New Hampshire, Massachusetts, Iowa e Vermont, além da capital, Washington.

O governador do Havaí, Neil Abercrombie, aprovou a lei de uniões civis entre pessoas do mesmo sexo em fevereiro, o que abre o caminho para que casais de gays e lésbicas tenham os mesmos direitos que casais heterossexuais a partir de 1º janeiro de 2012.

Recorde

Os dois são professores de canto e já deram aulas para atrizes como Vanessa Redgrave e Bette Midler.

Dorr e Mace se conheceram em 1948, quando estudavam na escola de artes Juilliard School, em Nova York. Mace trabalhava em meio período na escola, e Dorr teve que ir ao escritório onde ele estava.

Foi um momento que nunca vou esquecer, contou Mace.

Disse para ele: 'quero cantar para você', disse Dorr.

Desde que se uniram, eles criaram juntos o filho de Mace, Paul.

Mace afirma brincando que o tempo de união dos dois é como um 'recorde'.

É tipo um recorde. (...) Tivemos pouquíssimas discussões, afirmou.

Nunca vá dormir brigado, acrescentou Dorr.

Os dois pensaram em casar logo depois dos confrontos de 1969, no bar novaiorquino Stonewall, entre os frequentadores homossexuais e a polícia, considerados como a 'fundação' do movimento gay nos Estados Unidos e no mundo.

Mas, na época eles não conseguiram. No entanto, agora, os dois esperam a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo para se casar em Nova York.

Fonte: BBC
Comentários (24)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 25-06-2011 às 20:33 SOTERO
    Estou muito feliz por eles. O Amor supera as adversidades.
  • em 25-06-2011 às 19:50 Oswaldo
    Valeu a pena esperar, pois acabou de ser aprovada a Lei em Nova York.
  • em 25-06-2011 às 12:05 Marvin
    Depois dizem que somos promiscuos e não conseguimos manter um relacionamento duradouro, ta vendo,não podemos generalizar nada, pois da para contar os casais heteros que chegam tão longe assim juntos e felizes!
  • em 24-06-2011 às 20:19 sara
    2 mariconas safadas ai que nojo
  • em 24-06-2011 às 00:20 SGP
    Muito legal!! Quero chegar lá um dia... hj tenho 6 anos e 7 meses com meu namorado... Temos 25 anos de idade, se continuarmos assim vamos ficar mais tempo que os dois rsrsrsrs. Somos muito felizes e também brigamos muito pouco. Companheirismo, compreensão, AMOR e PAIXÃO são nossos segredos...
  • em 23-06-2011 às 21:54 Julio
    Estamos juntos desde 2003, casados desde 2006, Felizes, mas acredito que a formula de um relacionamento eh a paciencia, detalhe importante eh que trabalhamos juntos, enfim 24hrs do dia juntos, nao enjoei e nunca vou enjoar.... Enquanto a pessoa nao conseguir ver alem do fisico, ela nunca vai amar. No amor nao existe caracteristicas fisicas....
  • em 23-06-2011 às 14:57 eros
    muito legal como a vida e eu ja 18anos juntos e tendo gente a mais tempo parabens aos dois que sejam muito felizes e que consegue o direito de estarem juntos
  • em 23-06-2011 às 12:31 drawot@ig.com.br
    "Fofo", "também quero"... todo mundo quer. Mas muito pouca gente se esforça, essa é a verdade. Viver a dois, por tanto ou por muito pouco tempo, não é tarefa fácil - Exige dedicação, confiança, vontade de que a situação perdure. E isso requer sejam feitas, de ambos os lados, concessões, Não é o que vejo com frequência acontecer. Os dois senhores juntos há tanto tempo, é um bom exemplo do que pode ser a vida... para os que querem essa vida. Mas viver juntos não se resume em passear pelo shopping de mãos dadas... tem mais coisas aí: Situações difíceis, complexas, desgastantes, as crises, que a maioria de nós tentamos evitar. Parece um conto de fadas, né???
  • em 23-06-2011 às 11:47 Antônio Ponto
    Um jovem de 32 anos namora há muitos anos um coroa de 57. O guri sente atração por homens mais velhos, e, como é natural em qualquer relação, baba muito na frente de outros coroas, celebridades ou não. A tesão eclode com um dos amigos do casal. Presta atenção no que é um procedimento ético, baseado em lealdade. O garoto, referindo-se a esse amigo pelo qual sente comichão na libido, disse que se ele um dia viesse a dormir na casa dele, certamente ficaria acolhido numa cama improvisada na sala. Não gostaria de correr o risco de não conseguir resistir à tentação. Isso é ética. Isso é lealdade. Isso é postura digna e elogiável. Isso nos faz falta no meio social. Esses dois idosos pertencem a uma época em que tais valores vigoravam como algo natural nas relações humanas e sociais. Os jovens de hoje têm um desafio: resgatar no dia a dia valores éticos e morais que já se perderam ou estão se desmanchando. Não deboches, jovem, diante desse comentário. Sem respeito mútuo e ética, nenhum de nós se salva. O tempo é o grande mestre para todos nós.
  • em 22-06-2011 às 21:12 Richard. POA
    FOOOOOOOOOOFOS! Eu também quero. AMO! Será que existe gay romântico no Brasil? Os gays aqui são tão Larry!
  • Mostrar mais comentários...