Assine o MundoMais

Sem perdão

Transexual espancada no Mc Donalds luta contra o medo crescente da violência, e diz que não perdoará suas agressoras.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

A transexual Chrissy Polis (dir) e Teonna Brown, uma de suas agressoras.A transexual Chrissy Polis (dir) e Teonna Brown, uma de suas agressoras.

ESTADOS UNIDOS - Em abril deste ano, a transexual Chrissy Polis, 22, foi fortemente agredida por Teonna Brown, 19, e uma amiga ao tentar usar o banheiro feminino de uma loja do McDonalds, em Maryland. Polis foi arrastada pelos cabelos, e no meio do espancamento teve convulsões. Funcionários da loja gravaram toda a cena, e posteriormente jogaram o vídeo na internet. (reveja matéria aqui)

A agressora foi condenada ontem a cinco anos de prisão. Teonna já havia se declarado culpada na esperança de não ser condenada. Os juízes pediram dez anos de cadeia para a garota, mas foi sentenciado cinco anos com três em liberdade condicional.

Ao ser condenada, Teonna Brown pediu desculpas à vítima. Minha mãe não me educou assim. Eu realmente gostaria de pedir desculpas, declarou. O juiz que a condenou, John Grason, classificou a agressão contra Polis de "absolutamente ultrajante".

Apesar dos pedidos de desculpas, Chrissy Polis afirmou que não perdoará as duas garotas que a agrediram. Minha vida privada foi exposta ao mundo. Eu perdi o meu emprego. Eu não posso ir a qualquer lugar sem o medo de se agredida novamente. O meu desejo é entrar num buraco e me esconder, declarou Polis, que não compareceu ao julgamento.

No dia da agressão, Teonna Brown estava acompanhada de uma menor, que também bateu em Polis. A menor segue internada numa casa de detenção para jovens infratores. O empregado que filmou e tirou sarro da vítima foi demitido pelo McDonald's.

Comentários (33)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 21-09-2011 às 18:25 Rebecca Fernandes
    nao posso reclamar do meu brasil, vivo feliz muito msm,sou travesti, falo travesti pq nao operei e nem qero,kkk, meu namorado adora meu orgão e eu tb,somos felizes,nunca passei por isso q essa trans passou,e se fosse comigo coitada dessa fofinha,kkk, vamos viver nossa vida o resto q vai pro....infer.....bj a todos e a todas.
  • em 20-09-2011 às 10:43 Ao Gustavo
    Nao generalize eu sou gay mas nao aparento mais já fui agredido por travestis verbalmente e quando fui revidar ela saca um punhal em direcao do meu pescoco. Temos que ser contra qualquer ato de violencia. nao é assim q vc lute contra a violencia dos heteros, vc tem que lutar contra a violencia em geral. E numa festa chamada Maxima no RIO de janeiro havia uns garotos gays(uns 15) tudo forte , novinhos no maximo 23a porem enormes chamando todo mundo de bicha, é há as chamadas PATOTAS GAYS q nao se entendem TBEM. Eu fui comunicar ao dono da festa acho que é Ricardo, sabe o que ele fez? NADA, pq eram convidados dele, sabe quanto eles pagaram para entrar e beberem? NADA enquanto as bibas la pagando 40, 50 reais e mais as bebidas, nao sei o valor da festa pq tbem fui como convidado de um amigo dele, porem a porrada estancou umas 3 vezes e com os mesmos rapazes e nada era feito. os segurancas da casa ali na lapa batiam nos gays agredidos e nao nos q agrediam sem motivo ALGUM. va entender nao é?? dae vc pensa é coisa de BRASIL, nao nao é, isso é no mundo todo quase, salvo algumas excecoes como os EUA, mas la pra mim nem conta ja q lá gay vive em guettos, nem fazem parte da sociedade, só em sitcoms de hollywood mesmo pq no REAL USA gay nem existe pra sociedade, acho q ainda é pior q aqui
  • em 20-09-2011 às 09:09 Sergio
    Punição exemplar!
  • em 19-09-2011 às 21:46 huswell
    a violencia deve ser punida,não importa quem foi a vitima, se gay ou não.
  • em 19-09-2011 às 20:33 andré..
    nossa que triste isso td..pior é o trauma q ela esta ..vida social destruida..sabe vivo fora do pais o diferencial de nós brasileiros e que apanha agora amanhã já estamos na rua lindasss meia assustadas mas vamo que vamo rsrs.nesses paises de primeiro mundo as pessoas são criada diferentes detesta baixaria a educação é outra ..eu costumo dizer que aki até os cachorros tem educação pra atravessar a faixa de pedestre olha pra ver se vem carros... latino vc nem ouve até parece que os coitados estão em depressão rsrsrs ..
  • em 19-09-2011 às 19:38 P/ O MUNDO MAIS
    Tenha dó! Tire essa aborígene dai. Ela já foi escrachada!
  • em 19-09-2011 às 13:43 Pekerman
    O Código Penal brasileiro é falho e favorece totalmente o infrator em detrimento do ofendido.É triste,mas é a pura realidade.O silèncio,por ex, no interrogatório não importa em confissão e nem em presunção de veracidade.É um direito que assiste ao réu.Se o delito acima fosse praticado aqui no Brasil,ele iria para o Juizado Comum e aí há de se falar em penas privativas de liberdade.Se fosse para o JECRIM a autora da infração penal teria como benefícios a composição civil e transação penal.Numa eventual negativa a composição civil, a pena poderia ser convertida em pagamento de cesta básica ou prestação de serviço comunitário.E neste caso nada podemos fazer,pois é um direito que assiste ao infrator e que é oferecido pelo Ministério Público.O foda é vc explicar isso para o cliente,ou seja,o ofendido do incidente.
  • em 19-09-2011 às 12:20 Thor
    Se fosse aqui no Brasil não tinha dado em nada! Estariam as 2 meliantes livres, leves e soltas, se pá ainda virariam sub-celebridades! Sim, tenho inveja de quem mora em lugares civilizados e onde as leis realmente nao ficam só no papel.
  • em 19-09-2011 às 04:44 joao
    nao achei justo... ela deveria ter tomado uma surra igual ou pior, ter convulsoes e sofrer na pele oq ela fez pra trans. Mas o bom, é que ela terá 5 anos pra aprender... apanhando na cadeia... rezemos pra isso... pra essa vagabunda nao sair viva de la...
  • em 19-09-2011 às 00:58 mendonça
    será que a justiça brasileira podia criar vergonha e seguir o exemplo de um país onde realmente existe justiça? nós brasileiros somos muito humanos,mas os americanos apesar de parecerem frios,não são, e acima de tudo são justos, a lei americana não brinca,diferente da nossa,que é uma verdadeira desmoralização.que isso sirva de exemplo pra justiça bagunçada e DESMORALIZADA do nosso país.
  • Mostrar mais comentários...