Assine o MundoMais

Piada homofóbica

O cineasta Brett Ratner renuncia à produção do Oscar, após piadinha polêmica.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011

O cineasta Brett Ratner deixou seu emprego como produtor do Oscar 2012 ao apresentar, nesta terça-feira, seu pedido de demissão aos organizadores da premiação. Ratner foi motivado pela indignação que causou no setor de entretenimento por ter feito uma piada homofóbica em uma entrevista.

Durante uma sessão de perguntas e respostas na estreia de sua nova comédia, "Tower Heist", na semana passada, Ratner foi questionado sobre os ensaios antes da gravação do filme, e respondeu: "ensaiar é para bichas".

O diretor se desculpou publicamente depois, mas o dano já havia sido feito. Alguns grupos defensores dos direitos LGBT e alguns membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza o Oscar, não concordaram com o seu uso da palavra "bichas". "Foi uma forma idiota de me expressar. Todos que me conhecem sabem que não sou nada preconceituoso. Mas como um contador de histórias, deveria ter sido mais cuidadoso com o poder da linguagem e minha escolha de palavras", desculpou-se Ratner.

A Academia disse que Ratner entregou sua carta de renúncia na manhã de terça-feira, mas ainda não havia informações de quem seria seu substituto.

Comentários (49)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 29-02-2012 às 17:30 gNIBpcyr
    Artclies like this are an example of quick, helpful answers.
  • em 19-11-2011 às 03:28 Lúcio
    E esse Michael? Qual o problema com essa criatura? Michael, vc é hétero ou "homossexual culto"? Vc se acha melhor do que uma bichinha por quê? Para mim, vc se portou como um monte de esterco, falando merda e ofendendo gratuitamente pessoas que, até por se assumirem, são melhores do que vc.
  • em 19-11-2011 às 03:25 Lúcio
    Daniel, os gays podem se chamar de bichas à vontade, é uma espécie de piada interna. É a mesma coisa quando os negros americanos se tratam por "niger". Mas a partir do momento que alguém que não faz parte da comunidade usa o termo, ele tem forte carga pejorativa. E a sociedade não pode compactuar com tais ofensas aparentemente inocentes. Se liga, irmã! Estou te chamando de irmã porque vc também é bicha, mas não quero te ofender, viu?
  • em 19-11-2011 às 03:22 Lúcio
    "Fag" é bicha no sentido mais depreciativo possível. Nada a ver o gay Diego, que disse que fag é apenas "putão". Acorda, querida! Se Brett Ratner disse que ensaiar é coisa de bicha, ele não tá se referindo à possível promiscuidade do homossexual. Na verdade, ele opõe "bicha" a "macho", no sentido de que este, sendo durão, não precisa de nenhuma preparação, já que conseguiria o melhor resultado de primeira. Já a "bicha", por não ter fibra, teria necessidade de tentar várias vezes até conseguir o mesmo resultado... Se conseguisse... Se vc não acha que "bicha" ou "bichinha" é depreciativo, vc tem um problema. Vá se informar e se tratar.
  • em 17-11-2011 às 02:57 Diego
    “Rehearsal is for fags.” Esta foi a frase dele!!! E "fag" não é "bixa" ou "bixinha".......... "Fag" tá mais pra "putão" mesmo, ou algo bem pejorativo e depreciativo!
  • em 17-11-2011 às 02:50 diego
    Na sexta-feira passada, Ratner participou de uma sessão de perguntas e respostas em Los Angeles para promover seu filme Tower Heist, protagonizado por Eddie Murphy e, quando perguntado sobre a preparação para a premiação, afirmou que "ensaiar era coisa de bichinha". Dias depois, o cineasta foi ao programa de rádio The Howard Stern Show e falou sobre masturbações, pelos púbicos, o tamanho de seus testículos e inclusive sobre um encontro sexual com a atriz Lindsay Lohan, de acordo com o jornal Los Angeles Times.
  • em 16-11-2011 às 07:20 Daniel
    Muito barulho por nada. Os gays vivem se chamando de bicha, sra, passiva, usando piadinhas de depreciação o tempo todo e se queimam quando uma pessoa usa de maneira infeliz um comentário. Fala sério né?
  • em 15-11-2011 às 11:55 que gordinho gostoso
    delicia ele, amei!!! esses viados tao muito frescos e daí ele chamar alguem de beesha
  • em 14-11-2011 às 21:45 anonimo
    eu comeria ele
  • em 13-11-2011 às 18:48 Jr
    A maioria dos comentários reflete nossa boa aceitação ao amenizar o que este rapaz disse. Isso é legal. Mas não estamos aqui pra comentar sobre a gente, mas sobre o que ele fez. Ele tornou público uma coisa nossa, do nosso gênero como algo menor. Isso não pode, jamais. Como nos EUA, o Brasil também deveria tratar assim os que denigrem sem justa causa, mesmo que numa piada. Por lá, um homem como o deputado Bolsonaro já estaria preso.
  • Mostrar mais comentários...