quero assinar Entrar na área VIP

Popularmente gay

Marcelo Serrado diz que não consegue interpretar o personagem Crô, de Fina Estampa, sem o figurino.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 18 de Novembro de 2011

Intérprete de tipos truculentos, pedantes e megalomaníacos nas novelas da Record, Marcelo Serrado volta a se destacar na TV por seu trabalho como o inseguro, submisso e subserviente Crodoaldo Valério, o mordomo gay de Tereza Cristina em “Fina Estampa”. O ator contou que para interpretar o rapaz no entanto, tem que passar por um processo de, digamos, “afrescalhamento”.

Você já fez uns tipos extremamente machistas e até misóginos nas novelas da Record. Como é o processo de transformação para o Crô?

Marcelo Serrado – Olha, não tem muito processo não. Quer dizer, depois que comecei a fazer o personagem, passei a fazer as unhas a cada 15 dias. Peguei o trejeito do cabelo de um amigo. Também não consigo interpretar o Crô se não estiver com o figurino...

Tem alguma peça daquele figurino que você tenha adotado para você?

MS – Não, não. Não tem nada ali de que eu goste...

No Twitter, muitos gays criticam a postura do Crô. Dizem que é uma forma de reforçar a imagem do gay caricato e submisso por sua condição sexual, já que Tereza Cristina sempre o trata por “bicha” de uma maneira pejorativa...

MS – Eu acho que tem duas coisas aí: tem gente que acha isso, que acha que gay tem que ser mostrado casado, com filho etc. Mas tem outra parcela de gays que vivem e se comportam de maneira diferente. E olha que o Crô nem é aquela bicha louca. Ele é contido, meio melancólico até. Ao mesmo tempo ele vai lá e bate no Baltazar pra proteger a Celeste. Tem gay de todo tipo. Eu tenho um amigo que passa laquê no cabelo todo dia de manhã... Agora, eu só ouço coisa boa. Esses dias fui levar minha filha de seis anos para ver o show do Justin Bieber e o que teve de criança me cercando pra tirar foto. Entre meninos e meninas. Eu achei bem legal me botarem para fazer um gay, depois de tantos vilões que fiz. Só me envaidece, mas diferente dos gays da novela anterior, optou-se por não levantar bandeira.

E ninguém te agrediu até hoje? André Gonçalves foi agredido na época do Sandrinho de “A Próxima Vítima”...

MS – O máximo que ouvi foi no Rock in Rio. Eu passei e alguém disse: “Lá vai a bicha da novela!” (risos)

E qual o motivo da submissão de Crô a Tereza Cristina? Só por grana?

MS – Não.Ele idolatra a mulher que não apenas paga a faculdade da sobrinha, mas que ensinou a ele como se portar, como se vestir. Por que o Crô é uma bicha da comunidade, pobre, que não teve família. Além disso, tem uma coisa de projeção. Tanto que em casa ele veste o robe de seda dela. Embora o dela tenha sido comprado em Paris e o dele no Saara...

Você passou a ser mais cantado pelos gays depois do papel?

MS – Depois do papel não, mas antes, durante a preparação, eu ia a boates como a The Week. Chegava com uma amiga e eles perguntavam pra ela se o gato estava sozinho. Ela respondia: “ele não é do babado”.

Você pensa como o Aguinaldo Silva (autor da novela), que beijo gay só em casa?

MS – Olha, acho que não precisa não, por causa das crianças. Acho que certos assuntos não devem ser tratados de forma precoce. Agora, no horário das 23h, acho tranqüilo...

Mas você tem uma filha de seis anos. Ela sabe o que é o seu papel?

MS – Ela diz que “o papai faz um moço que se veste de mulher”. É muito novinha para entender, mas convive comigo no teatro faz tempo, entende minha profissão mais ou menos. Mas outro dia ela viu um pedaço da novela e disse: “Ela [Tereza Cristina] te maltrata papai?”

E quanto à lei anti-homofobia, você é a favor?

MS – Ah, acho legal sim. Acho importante essa lei. Tem muita gente ainda sendo agredida por isso. Tem que ter.

Fonte: UOL

Comentários (44)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 29-02-2012 às 23:24 william
    a muito não via um ator de tanta qualidade, parabens Marcelo, uma interpretação dificil. O considero dentre os melhores atores . pelos comentarios, nota-se que não se consegue agradar a gregos e troianos
  • em 08-01-2012 às 07:39 Riku - RJ
    O Marcelo Serrado não torna o Crô um gay ridículo e ridicularizado, apenas ligeiramente caricato, mas de uma forma suave. Suas posições são cheias de respeito e não tem nada de ignorante ali, e não é difícil de entendê-lo. Ele é bem menos preconceituoso, aparentemente, que o autor da novela, então não tenho nada a reclamar dele.
  • em 25-11-2011 às 11:37 Lancelot
    Sou admirador desse ator de verdade chamado Marcelo Serrado. Penso que ele é "pau pra toda obra". Talentosíssimo! Inclusive sei que ele é simpatizante do movimento LGBT. Na Parada Gay de Copacabana, acho que em 2005 ou 2006, não estou bem lembrado, ele estava lá, em cima do carro das celebridades, eu estava presnte....
  • em 24-11-2011 às 13:26 AMY
    vão cuidar de vida de voces.... esse cara é um puta ator... essas bichas são todas colocadas e invejosas....... esse boy é joia......
  • em 24-11-2011 às 04:09 SERGIO "GAÚCHO"
    Há gays de todos os tipos, inclusive o que é interpretado pelo ator trazido à baila.
  • em 23-11-2011 às 21:03 Junior
    Pessoal, o Marcelo foi feliz em seus comentários. Na verdade há gays de todo jeito. Casados ou solteiros Gays, (os que estão no armário) tipo macho na sociedade mas que gosta de comer ou dar pra homens e travesti, os afeminados, os masculos...ah tem tantos. Isso é uma verdade
  • em 22-11-2011 às 14:48 Gilberto Jr
    Gente, não se esqueçam que o personagem está sendo escrito por um autor gay e este não vai perder a chance, através do Crô, de fazer valer o ditado que "bicha burra nasce homem". Façam suas apostas!
  • em 21-11-2011 às 23:46 kaka
    ...adoro toda vez que Agnaldo Silva trás um personagem gay nas novelas dele, assim, ele mostra pra sociedade quem somos...ai tem umas beeee revoltadas querendo sair por ai beijando na boca..."MUNDO MAIS" mostra aqui o depoimento do "Tony Reis" ontem, no Domingão do Faustão sobre a personagem do Marcelo Serrado "CRO" ...abraços
  • em 21-11-2011 às 19:43 Contra a hipocrisia
    Essa matéria veio na hora certa... fiz um comentário sobre o asqueroso Aguinado e sua novela hipócrita e já tinha comentado tb sobre a atuaçao desse ator... estamos num mundo cujo preconceito ameaça a integridade de muita gente tanto da falta de respeito de muitos gays prosmíscuos e por outro lado de grupos homofóbicos violentos. Há que se cuidar da mensagem que é passada pra massificar a população... principalmente quando um ator é homofóbico e tem que interpretar um personagem que ridiculariza com seus trejeitos horrosos e dignos de pena. Paz e luz a todos.
  • em 21-11-2011 às 00:15 Monsier
    Quanta futilidade e superficialidade... tipo as pessoas que ficam se degladiando nos videos pornôs. Essa personagem é um fora na causa, pior que todo o povo adora porque, segundo estes, afronta a sociedade. Sociedade esta que adota a postura de absorver melhor tal comportamento e tenta neutralizar os que mantêm sua personalidade e seu orgulho de "!ser" a não engraçada também.
  • Mostrar mais comentários...