Assine o MundoMais

Sou moleca!

A modelo transex Lea T. diz que não faz a linha gostosa, e quer adotar um bebê.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2011

A modelo Lea T. posou para um ensaio da revista "Contigo!" e, em entrevista à publicação, contou que pensa em adotar um bebê. Prestes a passar por uma cirurgia de readequação de sexo, a top também revelou que já havia pensado em congelar seu sêmen antes da operação, mas desistiu da ideia. "Pensei em congelar para poder ter filhos naturais daqui a alguns anos. Mas depois vi que tem tanta criança precisando de ajuda e carinho, que achei melhor adotar um bebê", afirmou.

Segura com a decisão de operar, Lea não acha que sua vida vai mudar após a cirurgia. "Uma pseudovagina não tem de mudar sua cabeça. Não quero mudar minha pessoa, quero transformar meu corpo. Sou a mesma pessoa desde que nasci. Porque eu era o Leandro e minha cabeça era de uma mulher. Será algo puramente estético", garantiu ela, que também contou que não recebe muitas cantadas masculinas.

"Os homens me odeiam! Eu não faço a linha gostosa. Sou moleca. Eu não me vejo bonita. Também não sou vaidosa. Faço unha e cabelo quando sou obrigada. Sou um desastre (risos). Não gosto de ser sexy, uso roupa esportiva e tênis", afirmou.
Comentários (40)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 23-12-2011 às 10:26 Josué SP p/ Luciano
    Como vc mesmo disse, o que predomina no mundo é a diversidade e o que deve prevalecer é a liberdade de pensamento, só não é compatível com isso,,desde que não esteja sendo prejudicado diretamente , "concordar"ou discordar com as escolhas que alguém faz. O único objetivo claro da vida é tentar ser feliz. Só que felicidade é presente para corajosos. Gostei de bater boca contigo, treinei meu ataque contra aqueles que criticarem a minha família. Que esse ano seja cheio de luz,reflexão,aprendizado e surpresas agradáveis inesquecíveis. Não tenha medo de ser feliz,vc não é menor porque é gay.O que importa é seu caráter.
  • em 22-12-2011 às 22:28 Luci@no P/ Josué SP
    Ai fia... Adorei essas conversações com a senhora... Boa de briga.. Definida... bem por mim aqui chega. No mais, desejo que a senhora seja sempre muito feliz!!! Que tenha um ótimo natal com a sua família e que o ano novo lhe traga muitas realizações... Muito amor, paz alegria e que você construa a sua a sua família do seu jeito... e que antes de qualquer coisa o amor prevaleça... não estou jogando a toalha, mas feliz pois vivo num mundo de diversidade e antes de tudo de pensamento livre... e antes de finalizar... Que bom compartilhar com você desse grande espetáculo chamado vida, apesar de nossas diferenças. Abraços!!!
  • em 22-12-2011 às 14:18 Josué SP p Luciano
    Ligeiramente o que deu a entender no seu discurso confuso e contraditório é que vc considera filhos apenas aqueles que carregam o seu sangue. Que triste, que pessoa limitada, o que une as pessoas é simplesmente o amor verdadeiro.Tenho 2 cachorros lindos que amo profundamente e com certeza eles não sairam de mim. Hereditariedade, sangue é discurso de xiitas incapazes de amar. Ninguém é obrigado a amar quem quer que seja, o amor apenas acontece. Sofri sim com os heterossexuais que carregam meu sangue. Mas está redondamente enganado ao "achar"( que é o que vc sabe fazer) que dedico a minha vida a ser aceito por alguém ou a provar algo. Sou feliz e realizado, tenho tudo que sempre sonhei, se estou adotando duas crianças lindas é porque sei que posso dar uma vida melhor para elas, pessoas como vc jamais entenderiam isso porque não carregam bons sentimentos no coração. Você é sim estreito,copo cheio,preconceituoso contra gay, incapaz de respeitar a felicidade alheia e tão intromeitdo na vida alheia como todos os heteros preconceituosos. Que esse ano novo lhe traga provações que lhe ajudem a evoluir e descobrir que um homossexual ou heterossexual só se diferencia na indole,no caráter,trepar todo mundo saudável trepa, o que faz um homem é seu coração,sua ética. E pelo que vejo vc acha que gay deve viver apenas no mundinho gay, que coisa triste, o mundo é muito grande para se limitar a um gueteo pequeno...
  • em 22-12-2011 às 08:50 Luci@no para Josué SP
    Coitada, fala de derrubar padrões, mas no fundo vive em função dela... inclusive em repetir as formas héteros de ser... recalcada... só se realiza quando vive os mesmos padrões... de casar, ter filhos e outras coisitas mais... para ser gay e feliz me basta ser quem sou... não preciso repetir padrões héteros... isso é sujeira psicológica. Você foi bem judiada pelos héteros para viver assim com essa fisura mental. Sou gay, mas livres dessas paranoias... você fala que és bem resolvido, mas no fundo sofre em saber que mesmo repetindo, ou tentando copiar o modelo tradicional sabe que jamais será um. Inclusive é esse o principal mal da criatura citada na reportagem (Léa T) ela pensa que para ser aceita, em numa frase de puro zelo com o seu comercial, quer fazer sendo um modelo de família. Seja você fia, e não uma cópia dos modelos originados héteros... pra ser gay não precisamos disso não. Saia dessa saia justa. E deixa esse recalque de lado. Ahh!!! e para ter filhos? Arrume uma barriga de aluguel e faça um. Ai além de ser filho de verdade, daqui uns quinze anos você vai poder me falar da experiência de ser pai. Namoro um rapaz que tem um filho, criado pela mãe, eu o adoro e amo de paixão... e dou muitos presentes e amor... mais o filho é dele e ele dar conto como pai... Agora adotar filhos só para dar uma atenção as firulas do modelo tradicional e "ajustar" a minha família ao modelo hétero de ser para agradar meia dúzia de dogmáticos isso é loucura.
  • em 22-12-2011 às 01:39 Josué SP p/ Luciano
    Não sei se o seu problema maior é a falta de cultura, a pretensão, o orgulho desmedido,a falsa modéstia ou simplesmente uma limitação física que dificulta a compreensão textual, pelo visto é mais um dos analfabetos funcionais. Não precisa dois dedos de prosa contigo para perceber que é uma pessoa simples, sem a menor exposição a cultura erudita. E isso é uma pena,não sabe da onde veio o mundo que conhece e nem tem condições de aprender. É um ser humano raso digno de pena,cheio de padrões q lhe ditaram e incapaz de refletir, acha que o mundo de hoje veio pronto.Sou extremamente feliz e lave a sua b suja para falar dos meus filhos. Se tivesse tido algum costume de estudar teria a cabeça mais aberta para o conhecimento. Pelas suas respostas é risivel, o seu nivel de interpretação textual.Eu falo sobre abelhas e vc vem falar de cabras? Desça desse poste porque isso é pau de sebo não trono nenhum não viu? Aliás foi uma pena tua mãe ter tido coragem de lhe parir...Veio aqui e só acrescentou maldade, coração pobre. Quisera que todos pudessem ter acesso a todo conhecimento acumulado da cultura humana, o mundo seria bem melhor. Quem está disposto a aprender não propaga verdades inventadas pelos grupos dominantes e que justificam as suas posições comodas...Por essa bibinha serelepe ainda viveríamos com senzalas, simplesmente porque para ela o mundo tem uma forma pronta...Coitada,fica no seu botiquim que é o melhor.
  • em 21-12-2011 às 15:52 Luci@no para josué SP
    Eu falo da familia tradicional brasileira, a qual estou inserida... Tah louca, vai morar no Afeganistão, no Iraque... A senhora faz parte daquela turma de gays do contra... o PSTU do mundo gay... no fundo sabe do estabelecido, social e culturalmente falando... E portanto vive nadando contra a correnteza... A senhora já deve de ter gostando muito de um cara hétero de verdade, se descobriu gostando de homens de verdade, portando vive a odiá-los hoje em dia tendo em vista o fracasso vivido... Eu sou gay mais o mundo hétero e por isso que eu estou aqui agora... E não venha me falar que a senhora é viajada, porque você nem me conhece. Quem sabe eu já tenha viajado até mais que você... A senhora se diz que tem tudo... vive no paraíso... Mas porque essa frustração toda fia? Quer ser melhor que todos a sua volta, mas é frustrada... Odeia os héteros, mas é frustrada por algum que a fez sofrer... Adotar criança? Que horror!!! Só tenho pena dessas crianças... Que Deus as ajude... No meu caso se fosse uma das crianças, preferia minha mãe ter me abortado a viver com alguém da sua estirpe. Não por que você é gay, mas por se achar... se sentir a tal, a ultima coca da garrafa de fanta... kkkkkkkk... Fia a senhora quer ser a dona do botequim, mas sabe que a dona do botiquim é maria...
  • em 21-12-2011 às 13:21 Josué SP p/ Luciano
    Bem antes de tudo tenho certeza que voc6e nem sabe o que é um psicopata .Toda a sua opinião se baseia na ferramenta mais grotesca, simplista e arrogante do comportamento humano: o achismo. Antes de achar, procure ler, estudar, se informar. Vc tem tão pouca cultura que fala da tal família tradicional como se isso sempre existisse, como se fosse uma realidade para toda a humanidade e como se todas as sociedades adotassem essa mesma forma de família que vc "acha"ser a ideal. Não estou estressado, estou rindo da sua arrogância, ditando comportamentos como se conhecesse muito da vida, da cultura humana, e principalmente como se tivesse uma receita do que é certo ou errado. Cada um merece buscar a sua felicidade, a vida só se justifica nisso. Conheço sim, mais d eum casal gay com filhos, naturais e adotivos e o que sei é que todos são felizes e se amam até demais. Também concordo que ser pai ou mãe não é tarefa para qqer um, mas isso independe de ser a pessoa hetero ou homo, o que importa é o tamanho do coração. Também acho que alguém q queira ter filhos deve ter todas as condições financeiras para sustentá-lo dignamente. Viaje um pouco pelo mundo e aprenda que tudo pode ser bem diferente do que seu padrào raso de comportamento. Não estou descontando nada em vc, porque ,atualmente, só tenho a agradecer por tanta coisa boa, estou apenas tentando diminuir essa sua arrogância prepotente, esse sua saber que nada sabe. Estou adotando com meu amado, duas crianças q serão amadas, respeitadas e principalmente, terão acesso a melhor educação que pudermos oferecer. Terão cultura e capacidade de reflexão e por conseguinte não terão pensamentos tacanhos.
  • em 20-12-2011 às 16:13 IMO
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...infelizmente o tempo passa por felizes e os que não ficam felizes.o tempo de ser preconceito.e as pessoas que não evoluem e ficam antigas vão passar tb.OS GAYS JA ESTAO EM NOVELA.COM LEIS DE PROTEÇÃO.HOMOFOBIA É CRIME.LOGO LOGO O MUNDO ACABA PARA PESSOAS QUE QUERER MATAR OS DE SUA PRÓPRIA RAÇA..........................REALMENTE É O FIM DO MUNDO
  • em 20-12-2011 às 13:33 De luci@no para Josué RJ
    Fia, a senhora é psicopata... eu também vejo como oportuno gays adotarem filhos, quando for o caso... pode acontecer de ter sucesso até mais do que no ambiente hétero...porém eu tenho a minha opinião de que filhos são gerados por um homem e mulher... e portanto os pais é quem tem que dar conta...se eles não são bons pais a culpa é do sistema educacional e do modelo hétero de ser... e o problema não está na causa gay... há um modelo de familia que nem os pais e nem a sociedade não preparam os filhos para serem pais... não isso não tira dos mesmo a consequencia de agirem em favor e de terem que dar conta dos seus filhos... Adotaria um filho se por acaso me visse numa situação em que esgotasse todas as fontes para que a criança permanecesse com a mãe e seu pai... Sei também da hipocrisia educacional e do modelo tradicional da familia... Mas até ai é uma coisa... E não vejo necessidade de gays viverem por ai correndo atra´s e vivendo encucados com a ideia de adotarem uma criança... E isso eu não faço como já disse nem por bilhões de reais que eu tivesse ou venha a ter... E não se trata de preconceito internalizado... saber que gay é uma consequencia natural da vida... devo ser feliz por ser assim... mas jamais será um modelo defamilia sociedade...há exemplos muitos interessantes a ser seguido na comunidade gay sobre casal gays e parternidade... e não adiante você ficar brigando contra a correnteza... E depois você tah muito extressado... resolveu descontar em mim... Que qui ta havendo fia? Acho que esse seu dinheirinho não esta te fazendo tão bem assim como você diz... Quem sabe umas férias? Ou uma boa rola... Eu respeito a sua opinião... mais você ofende... pelo jeito trata as pessoas com desdem... se você tiver um filho... ixe isso vai pegar mal... pois se um cara com o seu perfil chegar perto de mim dizendo que vai adotar uma criança eu vou no conselho tutelar e peço para o internarem... Você será um péssimo pai... E se os héteros ja te fizem algum mal, vá descontar neles... não em mim.
  • em 20-12-2011 às 11:10 Josué SP p/ Luciano
    Que bom que vc faz terapia. Procure saber se ela é boa, se é acostumada a trabalhar com homossexuais. Existe muitas terapeutas mal formadas,religiosas e assim,preconceituosas. Coisa mais triste não há do que homossexual com preconceito internalizado. Sugiro a vc que leia com atenção os votos dos ministros do Supremo qdo equipararam relacionamentos homossexuais estáveis ao instituto até então hetero da união estável. Amigo, tb fiz 5 anos de terapia para conseguir me libertar da dominação interesseira da minha propria família. A sorte é que há 15 anos tenho um companheiro lindo, inteligente e bem resolvido, ele é minha verdadeira família. Já tive um pensamento parecido com o seu porque acreditava mesmo que o normal era ser hetero,era ter pai e mãe(no fundo achava que heteros eram melhores do que nós). Mas sabia que no ultimo senso esse tipo de familia tradicional foi ultrapassado pelo número de famílias alternativas?(ou seja, um pai, um a mãe, uma avó criando neto, dois pais...) Na Inglaterra ,há muitos anos esse tipo de família básica já corresponde a um número bem menos do que das alternativas. Sugiro que leia textos historicos sobre a origem da família. Sabia que no inicio o pai enxergava os filhos apenas como instrumentos de trabalho? Que o pai podia condenar o filho a morte ou vendê-lo? Que filha não tinha direito a nada?Essa coisa de que o amor materno e paterno é natural é uma grande mentira...Tudo é criação da nosssa civilização. E essa mesma civilização criou o preconceito contra homossexuais(que já foram respeitados em civilizações antigas , em tribos indigenas), e essa civilização tb criou o dia dos pais, o dia das mães e não fez ainda o dia dos filhos. E por aí vemos mulheres sem aptidão apra ser mãe, homens sem qqer amos pelo filho se esforçando para cumprir um papel social que lhe dizem ser natural. Depois matam ou maltratam o infeliz do filho. Vc é uma biba com preconceito de gay, se trate, vá num psiquiatra tb porque notei transtornos que seriam solucionados com remedinhos(como essa compulsão sexual). Ainda bem que percebe q seus sobrinhos não são seus filhos, porque até o direito que é uma ciencia muito sábia coloca sobrinho como parente de terceiro grau(e tem biba que deixa de ter os proprios filhos para criar os filhos dos irmãos,depois envelhece sozinha e esquecida, feliz com qqer nesga de atenção). Vou trabalhar... Se trata mesmo(mas fala para a sua psicologa q acho que ela é preconceituosa).
  • Mostrar mais comentários...