Assine o MundoMais

Princípio de igualdade

Chile aprova lei contra discriminação após morte de jovem gay.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 05 de Abril de 2012

Retrato de chileno Daniel Zamudio é visto durante protesto em embaixada chilena de Buenos Aires.Retrato de chileno Daniel Zamudio é visto durante protesto em embaixada chilena de Buenos Aires.

A Câmara dos Deputados do Chile aprovou nesta quarta-feira a maioria dos artigos de uma lei que pune a discriminação por orientação sexual ou religiosa, após a morte, na semana passada, de um jovem homossexual atacado por neonazistas.

A lei, que tramitava no Congresso desde 2005, foi votada após a morte de Daniel Zamudio, um homossexual de 24 anos que agonizou por três semanas após ser surrado por um grupo de neonazistas.

O texto assinala que "se entende por discriminação arbitrária toda distinção, exclusão ou restrição sem justificativa razoável efetuada por agentes do Estado ou particulares que cause privação, perturbação ou ameaça ao exercício legítimo dos direitos fundamentais".

A lei cita discriminação por "motivos de raça ou etnia, nacionalidade, situação socioeconômica, idioma, ideologia ou orientação política, religião ou credo, participação em organizações gremiais, sexo, orientação sexual, identidade de gênero, estado civil, idade, filiação, aparência pessoal e doença ou incapacidade".

A Constituição chilena consagra o princípio de igualdade, mas não estabelecia sanções específicas contra atos de discriminação.

Comentários (32)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 16-04-2012 às 01:12 Pois é, ralé
    Essa coitada se acha melhor que os nordestinos... Se enxerga, imunda preconceituosa! Deve trabalhar para os traficantes do Rio ou apanhar de neonazi na Av. Paulista! Cadela ridícula que não tem um décimo da dignidade de um nordestino!
  • em 11-04-2012 às 20:58 angel
    Lo planteado en la noticia es falso. En Chile todavía no se aprueba la ley antidiscriminación, ya que, la derecha no quiere incluir en esta norma a las minorías sexuales. Les informo cuando la ley sea promulgada .Levantei na notícia é falsa. No Chile ainda não aprovou leis anti-discriminação, como o direito de não ser incluída nesta norma para as minorias sexuais. Eu informá-lo quando a lei for promulgada.
  • em 10-04-2012 às 04:42 pois é
    O idh do chile é igual ao do sudeste brasileiro e o pib 12 x menor que do estado do Rio. nao entendo, essa ralé nordestina arrasta sempre o Brasil pro buraco, essa gentalha do norte mete-me nojo
  • em 10-04-2012 às 02:53 Gustavo RJ
    E o Chile como sempre dando espetáculos em avanços sociais, educacionais, culturais, etc.!!! É o Chile quem deveria estar ao lado de Canadá e EUA na América do Norte, não o Mexico.
  • em 09-04-2012 às 23:11 Thiago/RJ
    E o Brasil sempre ficando por último nos avanços sociais...
  • em 09-04-2012 às 18:51 Exemplo?
    Se fosse exemplo a beesha nao tava morta, nao? ai ai essas beeshas e suas pérolas, o garoto é morto por ser GAY e o país é um exemplo de avanço aos gays... aff
  • em 09-04-2012 às 16:40 P/ Paulo Henrique
    PURO INTERESSE! O chile INTEIRO deve ter no maximo 5 boates gays, um bairro somente de Santiago os gays podem frequentar, OBVIO que para paises menores é muito mais facil aprovar leis, olha a diferenca de cada estado brasileiro, o sudeste hiper mega avançado, o sul e centro-oeste bom nivel de vida, o norte melhorando e o nordeste miseravel. As diferencas sao imensas. Obvio que estes paises sao muito mais homogeneos como um todo e depende muito mais financeiramente de turismo gay, ou casamento gay , etc.. NADA DE EXEMPLO!!! NADA
  • em 09-04-2012 às 14:30 Paulo Henrique p/ os críticos
    Não disse que a população de lá é um exemplo para o Brasil, mas sim as leis em benefício dos LGBT que são aprovadas mais facilmente do que aqui. Aprendam a interpretar textos antes de dizerem merda.
  • em 09-04-2012 às 02:15 Sandrão
    Conduta exemplar deste pequeno país, que sirva de exemplo para o resto do mundoo..
  • em 08-04-2012 às 17:17 Passiva
    Argentina e Chile são exemplos? hahaha isso é opinião de quem não viaja e portanto, não conhece! Brasil ainda é muito melhor, people! vai dar uma voltinha em santiago e Buenos Aires...e vc dará mais valor ao seu país, principalmente nas questões que envolvem nós gays!
  • Mostrar mais comentários...