Assine o MundoMais

Abaixo a discriminação

ABGLT pede a retirada de exigência do teste de HIV para admissão de soldados e oficiais da PM, em Minas Gerais.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 09 de Abril de 2012

O concurso tem 60 vagas para oficiais: 54 masculinas e seis femininas.O concurso tem 60 vagas para oficiais: 54 masculinas e seis femininas.

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) pretende entrar na Justiça contra o governo de Minas Gerais com uma ação por discriminação.

Na quarta-feira, a entidade encaminhou ao governador Antonio Anastasia um ofício solicitando a revogação da exigência de teste de HIV no edital do concurso público 2012 para admissão de mais de mil soldados e 60 oficiais da Polícia Militar.

Essa primeira medida, segundo o presidente da ABGLT, Toni Reis, tem o objetivo de esclarecer sobre o artigo constitucional e os pareceres que resguardam os brasileiros de serem, compulsoriamente, submetidos a testes de HIV. Mas, caso não surta o efeito esperado, a entidade pode partir para uma ação judicial. A favor dessa causa temos, além do fato de a medida ser inconstitucional, as recomendações internacionais e toda a jurisprudência nacional, enfatizou.

O chefe da comunicação organizacional da PM/MG, major Freitas, embora tenha se declarado sem informações sobre o edital, argumentou que, para ter tomado tal decisão, a PM "deve ter amparo jurídico" e concluiu que, "por se tratar de uma atividade atípica, o policial tem que estar bem física e mentalmente". O indivíduo soropositivo tem pleno poder de trabalho, rebateu Toni Reis.

O ofício foi encaminhado também à promotora do Ministério Público Estadual, Nívia Mônica da Silva, e ao diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Dirceu Greco.

Comentários (20)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 12-04-2012 às 09:13 SID
    Concordo com o Digão... Porém dentro das palavras do Rodrigo, eu acredito tambem ser desnecessário um órgão GAY intervir nesse caso. Da a entender que só Gays possuem o HIV+. Porém o Rodrigo poderia ter dito só isso. Foi desnecessário a descriminação que ele fez... Outro dia encontrei uma senhora no ponto de onibus, ela virou militante contra o virus depois de descobrir que o marido havia traido ela e infectando-a com o HIV. Agora me diga, qual é a culpa dessa senhora de 55 anos? Pensem bem. Abraços!
  • em 12-04-2012 às 01:17 Digão para Rodrigo
    Assustador seu raciocinio, é sério? vc fala como se fosse o dono da verdade... acredito que quando manifestou seu comentario nao deveria estar em um bom dia, e falou sem pensar...um portador de HIV nem sempre foi por promiscuidade, descuido etc, exames são realizados com segurança para uma tranfusões de sangue desde 2000, antes os custos era altissimos e de longo prazo, onde muita gente adquiriu em uma cirurgia, em uma transfusão de sangue etc. Mesmo se fosse atraves de sexo, é perdoavel!!! o erro lhe trouxe uma doença cronica de dificil aceitação entre a sociedade, onde muitos morreram até mesmo devido a hipocrisia e o preconceito. Então, faça sim seu comentario, ser for para ajudar ótimo!!! mas com ctz essa fugueira dispensa sua lenha.
  • em 12-04-2012 às 00:22 P/ Rodrigo
    NOSSA!vC NÃO ESTÁ TENDO MAIS CONTACTO COM VC?AHHHH...QUE NPENA...
  • em 10-04-2012 às 19:54 Sergio
    Muito engraçado, o portador do HIV não tem o direito de trabalhar em um lugar de sua livre escolha, e pq o INSS não da o direito aos portadores de sua aposentadoria? sem falar que a maioria dos portadores de HIV até por volta de 2000, obteve o direito do beneficio da aposentadoria, isso tudo não é contraditorio?
  • em 10-04-2012 às 07:32 teste
    A AGLBT luta pelas causas sociais, nao somente pela luta dos portades do virus hiv.
  • em 09-04-2012 às 22:34 leco
    Quem diz que é a favor do teste até para arrumar um emprego qualquer não tem noção do que fala, pois cabe a todos se prevenir pra não pegar e sem essa de jogar a culpa em cima de quem é portador.Já esta errado o GAY não poder servir se declarar ser gay, o testeé a mesma coisa.
  • em 09-04-2012 às 21:32 marcos
    olha acho que n ao tem que faser esse teste nao ..isso pode expor a pessoa caso ele tenha o virus . na classe medica nao pode fala pra ninguem que a pessoa ta com o virus isso e sigiloso entre os medicos que cuidadam dos pacientes . mas imagina isso vazando pra outras pessoas que nao tao prontas pra lidar com isso .. gente as pessoas ainda tem muito preconceito com essa doença .. entao nao sou a favor de pedir esse teste .. por causa que isso pode ir para em conversas entre outras pessoas.. agora sera que as mulheres tambem vao ter que faser o teste ? ou mulher nao pega aids em ?? me fale ae .. iso e so rpos homens e gays ??
  • em 09-04-2012 às 21:24 moreno
    sera que vao pedir pra mulher policial tambem faser o teste ?
  • em 09-04-2012 às 17:45 Marcos
    Do que adianta postar uma matéria dessas nesse site se a gentinha daqui só sabe falar de sexo??E o pior é que tudo não passa de fantasia da cabeça desse pessoal doente e promíscuo!
  • em 09-04-2012 às 17:40 Andre rj
    PRECONCEITO.....
  • Mostrar mais comentários...