Assine o MundoMais

Desabafo

Léo Áquilla emociona-se ao contar que sofreu bullying homofóbico na infância.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 01 de Junho de 2012

Léo Áquila respondeu que o maior ídolo de sua infância foi sua própria mãe.Léo Áquila respondeu que o maior ídolo de sua infância foi sua própria mãe.

Os peões se reuniram nesta quinta-feira (31) para participarem de um jogo de perguntas e respostas, a fim de se conhecerem melhor. Entre as perguntas, Léo Áquilla respondeu que o maior ídolo de sua infância foi sua própria mãe.

Tal resposta mexeu com as emoções da transexual,que decidiu abrir-se e falar mais sobre o assunto.

Eu já não ia tocar no tema porque tive uma infância horrorosa, mas aí a gente já fala.

Léo conta que sofreu muito na infância pelo que hoje chamam de bullying. Por inúmeras vezes apanhou na escola e era motivo de chacota dos colegas, por sempre ter tido um jeito mais afeminado. A transexual afirmou que não podia nem ir ao banheiro, pois todos queriam bater nela.

Quando vejo as pessoas falarem que sentem saudade da infância, eu penso que eu odiaria voltar no tempo!

E continua explicando que é por isso que sua mãe é seu grande ídolo. Nas horas de dificuldade, foi nos braços da mãe que encontrou conforto e compreensão.

Foi nos braços dela que cheguei aos 18 anos, quando eu não aguentava mais segurar aquele peso que eu carregava desde a infância sozinha, e contei: Olha eu não gosto de menina, eu gosto de menino.

A participante continuou o relato muito emocionada, e disse que o ponto máximo foi quando voltava do colégio numa noite e uma turminha que sempre a agredia estava lá. Naquele dia, eles não aó a agrediram verbalmente, mas também decidiram apedrejá-la.

Uma brincadeira que machucou minha alma, machucou meu corpo! E decidi contar para minha mãe.

Depois disso, Léo ainda voltou até os meninos decidido a ir embora daquele lugar, mas antes foi falar para eles que aquele dia estava indo embora apedrejado, mas deixou claro que eles ainda iriam ouvir falar muito de Léo Áquilla.

"Gravem esse nome!"

Comentários (150)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 05-10-2012 às 14:47 À DEFENSORIA G,AY,
    ATE PARECE Q SÓ ELE SOFREU ISSO NÉ? DEIXEM DE SER RIDICULOS AI NO BRASIL SE FOR GAY ESTA LASCADO, TEM Q MATAR UM LEAO POR DIA, MUITO BLÁ BLÁ BLÁ. QDO UMA QQUER VAI PRA"FACULDADE" DE MICRO VESTIDO, ACABA NAS CAPAS DE REVISTAS SE FOR UMA TRAVA VAI P O HOSPITAL QUEBRADA, FAÇAM UM TESTE. HIPOCRITAS QUEREM O Q ,MAIS VERBAS? SEI BEM VIU
  • em 30-07-2012 às 04:31 Contessa Di Monadelaci
    Vocês viram a cara da vagabunda da cajuzinho (Angela Bismarchi)? odeio essa mulher falsa e podre.
  • em 30-07-2012 às 04:26 Defensoria dos direitos G.A.Y
    LINDO DEPOIMENTO, LEO FOI UM VENCEDOR E UM GUERREIRO DE VALOR, ESTAMOS ORGULHOSOS DE VOCÊ LEO.
  • em 28-07-2012 às 20:24 Agnaldo.
    Esse Léo aquila não tem mais o que inventar. Deveria cuidar da suas duas flhas . Elas sim sofrem bullying.
  • em 09-06-2012 às 11:57 BILL MG
    QUE PAI, MAE, IRMÃO, FILHO, PRIMO, TIO GOSTARIA DE SER GAY, VOCÊ JÁ OUVIU UM PAI DIZER PARA OS AMIGOS QUE GOSTARIA DE QUE O FILHO (A) FOSSE O MAIOR HOMOSSEXUAL DA FAMILIA, ACREDITO QUE NÃO, O PAI, MAE, IRMÃO, FILHO, PRIMO, TIO, JAMAIS DIRÃO ISSO PARA ALGUEM: PODEM VIVER ACEITA TRABALHAR O DIA A DIA, MAS SE PUDESSE ESCOLHER JAMAIS ESCOLHERIA, MAS POR QUE? É POR CAUSA DO PRECONCEITO? ELES PODEM NEM ASSUMIR ISSO MAS TALVEZ SEJA, SER GAY NÃO É OPÇÃO E UM FATO NATURAL DA HUMANIDADE QUE JÁ EXISTE A MILHÕES DE ANOS. E QUE A IGREJA BATEU NA TECLA QUE VEM DE ENCONTRO COM OS PRICIPIOS BIBLICOS, QUE É MUITO CONTRADITORIO POIS NAS IGREJAS EVANGELICA, CATÓLICA, ESPIRITA E OUTRAS TEM GAYS. PAI, MAE, IRMÃO, FILHO, PRIMO, TIO QUEREM QUE O FILHO SEJA CANTOR, JOGADOR DE FUTEBOL E SEJA MACHO QUE TRANSE COM TODAS AS MENINAS DA ESCOLA. DEVEMOS PORTANTO SERMOS FELIZES. E CADA UM CUIDANDO DE SI.
  • em 08-06-2012 às 00:45 Elliot
    Luciano-não me considero exemplo de nada...o que escrevi é a postura que tenho diante da minha homossexualidade, depois de muita luta e procura de mim mesmo. Marcos-gostei do que vc escreveu e concordo com vc...só esta dificil, pra mim, aceitar certos comportamentos que , por enquanto, para mim esta muito dificil.
  • em 07-06-2012 às 23:00 Marcos
    Fiquei mto emocionado com a história do Léo, confesso q até umas lágrimas saíram dos meus olhos...Sou gay, não sou assumido, e creio que devemos respeitar todos os gays, afeminados ou não, assumidos ou não. Acredito que Deus nunca erra ao fazer as pessoas. Então, se ele me fez gay, é porque ele me ama assim como eu sou. Bom, resumindo tudo, quero dizer que tudo nesta vida é permitido, aceito....desde que não destrua e degrida o próximo. Então devemos respeitar a todos do jeito que eles são. Capiche? Abraços a Todos e obrigado a todos que leram o que eu escrevi.
  • em 06-06-2012 às 19:17 Belezinha
    A grande verdade é que o Léo Aquila é a Fazenda. O resto é triste. Ele pelo menos tem personalidade e sabe o que faz. Sorte Léo!
  • em 06-06-2012 às 17:45 Luciano
    Elliot, se você é um exemplo de gay, então se assuma para a sociedade e a faça enxergar o quanto um gay pode ser macho e um exemplo dentro do meio. Muitos criticam os efeminados como se fossem superiores. Se acham tão superiores, mas têm vergonha de se assumirem.
  • em 06-06-2012 às 08:08 Elliot
    Ola, meus amigos...sou gay mas sou homem, ajo como homem, me visto como homem, trabalho como homem, me relaciono com homens e sou respeitado como homem. Não tenho, intimamente, problemas existenciais por ser gay. Respeito, mas não concordo com posturas aberrantes de certos "gays" que deveriam procurar orientação de profissionais para melhor se aceitarem e atuarem na sociedade.Existem apenas dois sexos:- masculino e feminino, ou seja, ou se é homem ou mulher. Precisamos respeitar a sociedade em que vivemos. Não tem cabimento procurar um emprego fantasiado de mulher.No mundo gay existem comportamentos aberrantes como tambem existem comportamentos aberrantes no mundo hetero. Dai, respeito é coisa que todos gostam e merecem ter.
  • Mostrar mais comentários...