Assine o MundoMais

Romance na escola

Aluna expulsa por namorar colega acusa colégio de homofobia.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 05 de Junho de 2012

A estudante Arianne Pacheco Rodrigues, 19 anos, entrou com uma ação na Justiça contra o Instituto Adventista Brasil Central (IABC), um colégio interno em Planalmira, distrito de Abadiânia, no interior de Goiás. Expulsa da escola, a jovem alega ter sido vítima de homofobia.

O fato aconteceu em novembro de 2010. A diretoria da escola havia descoberto um romance entre duas garotas e, após reunião com a comissão disciplinar, os pastores e professores que analisaram cartas de amor trocadas entre as meninas, decidiram que elas deveriam ser expulsas imediatamente.

Traumatizada, a jovem entrou com um processo contra a escola logo em seguida, pedindo R$ 50 mil de indenização por danos morais. A primeira audiência só aconteceu há duas semanas. O objetivo do processo é evitar que outras pessoas sejam vítimas de um comportamento tão monstruoso, tão bárbaro, próprio da idade média, da inquisição, afirma Marilda Pacheco, mãe de Arianne.

Tortura psicológica

Ariane hoje mora com a mãe em Orlando, nos Estados Unidos. Marilda diz que a filha foi vítima de homofobia e torturada psicologicamente. Essa Arianne que você vê hoje aqui é totalmente diferente. Minha filha chegou aqui, que mal conversava, parecia um bichinho acuado, se achando o pior dos seres, conta Marilda.

Quase sempre de cabeça baixa, a menina desabafa: Não tive chance de falar. Eu pedi só para eles uma chance, só que eles falaram que não dava, porque eles não aceitavam aquilo no colégio, namorar outra menina.

Arianne conta que ficou sabendo da decisão da diretoria pouco antes de entrar na sala de aula: Eu fui segunda-feira para aula, e o pastor pegou no meu braço e disse que eu iria embora naquele momento. Eu pedi para me despedir dos meus amigos e ele falou que não. Já era para arrumar as malas. E eu fui arrumar as malas.

De lá, Arianne foi levada para casa de um tio, Mauro Miranda. Ele conta que a estudante estava tão nervosa que passou mal, a ponto de ir ao pronto-socorro: Quem viu aquela menina como ela chegou, chorando, um trapo humano. Teve que internar. A gente mora no quinto andar. Ela ia para a sacada e eu ficava vigiando.

Discriminação é uma coisa ruim e pode acabar muito com uma pessoa só por uma pessoa falar algumas coisas. Não precisa nem fazer, só falar, ressalta a jovem.

Arianne perdeu contato com a maioria dos ex-colegas de escola e nunca mais viu a ex-namorada. Ela revela que está com dificuldades em se adaptar à vida nos Estados Unidos, mas, para o Brasil, não deve voltar tão cedo: Eu não gosto de morar aqui, mas é bom um lugar diferente eu não preciso ficar lembrando as coisas do passado.

Regra da escola

A escola negou as acusações de homofobia e alega que a jovem foi expulsa porque manteve relações sexuais com a ex-namorada. A verdade é que ela infringiu uma regra clara da escola e, por isso, recebeu a sanção do afastamento, a questão da intimidade sexual. O afastamento do aluno independente se é um relacionamento homossexual ou heterossexual. Ele recebe a mesma consequência, afirma o diretor da instituição, Wesley Zukowski.

O colégio considera como faltas graves o uso de droga, armas e o ato sexual. A punição é o desligamento imediato do aluno. A informação chegou por meio das amigas. Ouviram os comentários sobre o que elas tinham feito, declara o diretor (Nota de esclarecimento).

Mas Arianne nega que tenha feito sexo com a namorada. Ela mostra na ata da reunião da escola a prova do que, para ela, foi o verdadeiro motivo de sua expulsão. Lá consta a frase "postura homossexual reincidente".

Comentários (24)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 22-07-2012 às 11:55 PALOMA
    SE ESSA SEM -VERGONHA GOSTASSE DE PICA ASSSIM COMO EU,ESTARIA TUDO CERTO,AGORA ESSA VACA QUER ESFREGAR ARANHA COM ARANHA,ME POUPE NE,MINHA ARANHA SO ESFREGO NUMA COBRA BEM GRANDE E GROSSA...!!!
  • em 12-06-2012 às 19:50 MARTINS slz -ma
    A escola adventista não é escola , é IGREJA. a exemplo estar a igreja catolica que misturava educação com conversão ao catolicismo. resultado : dominava tudo, ninguém podia ter livre pensamento . porque era condenado a fogueira , muitos morreram pela inquisição. então lutar pela igualdade é não aceitar que seguimentos religiosos(adventistas) tentem voltar a idade média condenando todos que são contrarios a sua dotrina. e sejam punidos , porque a idade média acabou! Escola é escola ! Igreja é Igreja.! e ESTADO É ESTADO. se JESUS voltasse agora não gostaria de saber da união da igreja de Deus com Escola( dever do estado) que jesus chama de cesar. "Dar a Deus o que é de DEUS e a CESAR o que é de CESAR) ". jamais misturar estado com Igreja. o dever do estado é educar (LER e ESCREVER e promover conhecimentos para o aluno sem acepcia de pessoas, sendo mantido pelos impostos de todos e regido por lei civis)e da igreja é evangelizar( utilizando a biblia e pregando o evangelho a todos, sendo os recursos vindo do DIZIMO 10%, não de mensalidades de escola). A IGREJA ADVENTISTA ESTAR BIBLICAMENTE ERRADA!!!
  • em 10-06-2012 às 03:44 Lauro
    Parabéns ao comentário do Manoel Henrique de São Luís! Disse tudo! Dê o respeito, que será respeitado e, ponto final. Vi essa reportagem no Fantástico. Agora a menina vive longe da namorada nos EUA posando de vítima. Colocou as aranhas pra brigar, aguente as consequências.
  • em 09-06-2012 às 10:10 Sem Preconceito
    Eu acho que nos gays devemos deixar de ser coitadinhos, apartir do momento em que vc opta ter um relacionamento homossexual assuma as consequências agora fica culpando uma estituição que tem princípios não e o certo. So homosessexual ja estudei em uma estituição adventista aqui em fortaleza e nunca fui descriminado pela a direção do mesmo. Agora eu cometer o ato sexual ou ter um relacionamento homo, em uma escola onde existe varios tipos de pessoa me polpe. Acho que essa lei contra a homofobia veio deixar a falta de respeito ainda maior no mundo. So gay posso tudo, se me criticarem taco possesso. Bancando de bixa fraca me polpe viu. Ser gay não é ser burro e fraco e sim inteligente. Acho que do mesmo geito que nós gay merecemos respeito tbem devemos dar respeito ninguem é obrigado a ver duas pessoas do mesmo sexo se bjando na rua. Fica a dica
  • em 07-06-2012 às 02:56 Erico
    ESSES GAYS LOUCAS INCUBADAS MALUCAS QUE VÊM PRA CÁ FAZER COMENTÁRIOS HOMOFÓBICOS, SEI QUE VCS ASSISTEM OS VÍDEOS NÉ LOUCAS SE MASTURBAM LINDAS VENDO OS FILMES GAYS E DEPOIS POR DESENCARGO DE CONSCIENCIA VEM CRIAR DISCORDIA AQU! VOCÊS SÃO O RESTO DO FUNDO DO POÇO, O LIMBO ESPERA VOCÊS!
  • em 06-06-2012 às 18:45 PARA O JUNIOR 06/06/2012
    Junioe faço de suas palavras as minhas, concordo com você plenamente em gênero/grau/numero. o que esses que tem opiniões homofóbica vem visitar esse site?????? è porque ninguém os vê eles ficam com conciência tranquila????? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk me poupe né povinho que odeiam gays esses são mais maricas que uma pintosa de berada de esquina>
  • em 06-06-2012 às 15:16 leco
    Nenhum estudade pode ser espulso da escola, a não ser por homicidio, isso esta na constituição seja pública ou particular, religiosa ou não.Essa escola errou feio e vai perder na justiça, pra que todos aprendam a respeitar a condição de homossexual das pessoas e que todos nos homossexuais também aprendam a cobrar na justiça os nossos direitos como cidadão e humano.
  • em 06-06-2012 às 11:21 DEMIEN
    Na minha época escola era pra estudar, namoravamos na saída já fora da escola........... e depois o errado é que está certo, va entender esse mundo, estes jovens mimadinhos serão um lixo, veremos...
  • em 06-06-2012 às 11:06 Sem Preconceito
    Acho que essa escola vive nos dias atuais, porque acho que nao descriminar alguem por ser homesexual tudo bem, mas os homessexuais tbem devem respeitar as pessoas que tem como base a biblia de onde provem seus principios. Acho que o colegio nao foi homofobico e sim cumpriu com seus principios e regras internas onde acredito eu a propria saber cada uma delas.
  • em 06-06-2012 às 10:35 Nereu
    E esses pastores dizem que são de Deus... Tenho pena de ver que o Criador seja usado para que esses vagabundos coloquem prá fora seus preconceitos... Pastores e padre são criaturas nefastas para o ser humano. A morte é pouco... vão para o umbral e vãpo encher o saco de novo... Pena que não se pode acabar com eles definitivamente, Deus não permite e vai dar chance para que eles evoluam....
  • Mostrar mais comentários...