Crime de ódio

Norte-americano espanca e prende brasileiro gay em cativeiro.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 09 de Julho de 2018

O norte-americano Jackson Sugrue (foto), de 19 anos, foi preso em Boston, nos Estados Unidos, acusado por cometer crime de ódio contra Otoni Eliseu, brasileiro de 50 anos, que alega ter sido atacado com insultos homofóbicos, além de ser agredido fisicamente.

A vítima relata que estava desempregada e morando nos fundos da igreja batista da Filadélfia, em Framingham, Massachusetts, junto com o suspeito, que sem motivo aparente se tornou violento. “Ele me atacou por trás, dizendo ‘você é gay, você gosta de mim?”, lembrou ele.

Eliseu ainda relatou que foi espancado com um extintor de incêndio. Após as agressões, o homem foi trancado no banheiro, onde passou quatro dias sem ter o que comer e beber. Somente no último dia, a vítima conseguiu fugir e chamar a polícia.

Ele foi encontrado pelos agentes inconsciente e com vários hematomas por todo o corpo. “Jesus estava me ajudando, graças a Deus estou vivo”, ressaltou o brasileiro. Ele foi levado para o hospital para tratamento. Sugrue foi preso no mesmo dia, sob acusação de crime de ódio.

Comentários (4)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 11-07-2018 às 00:48 Iohan
    nem precisa mencionar parte sexual alguma pois só o ato de violencia contra o brasileiro por si só já é merecedor de prisão
  • em 11-07-2018 às 00:06 Raul
    Nao mencionou as pastes sexuais da história
  • em 10-07-2018 às 22:42 yran
    É um absurdo, tem que ser preso .
  • em 10-07-2018 às 13:41 Nereu
    Engraçado.... todo homofóbico acha que é irresistível..... que todo gay quer transar com ele. Na verdade é ele que morre de vontade de ser cantado.... louco para transar..... como não tem coragem.... é covarde..... ataca!